Conheça os primeiros pormenores da presença de Portugal na Expo Dubai 2020

Durante os 174 dias da Expo Dubai 2020, entre o último trimestre de 2020 e o primeiro trimestre de 2021, estão previstos cerca de 25 milhões de visitantes.

Dubai, Emirados Árabes Unidos: 2.856 dólares

“Portugal, o Mundo no País” vai ser o motor da presença portuguesa na Expo Dubai, que vai decorrer naquele emirado do Golfo Pérsico entre o último trimestre de 2020 e o primeiro trimestre de 2021.

Segundo explicou ontem, dia 10 de dezembro, Celso Guedes de Carvalho, comissário geral de Portugal na Expo Dubai 2020, no ‘2nd Shopping Tourism & Economy Summit Lisboa – O Ecossistema do Turismo de Qualidade e de Compras orientado para as Pessoas’, este conceito irá estar presente na arquitetura do pavilhão de Portugal e na definição e apresentação de conteúdos, demonstrando aos visitantes da Expo Dubai “qual foi o nosso trajeto histórico, a nossa forma de descobrir o mundo e de o inclui no nosso país”.

Durante os 174 dias da Expo Dubai 2020, estão previstos cerca de 25 milhões de visitantes.

Celso Guedes de Carvalho explicou que existem três objetivos principais com a presença de Portugal na Expo Dubai 2020: aumentar o fluxo de turistas do Dubai e da região [Golfo Pérsico] para Portugal; aumentar as exportações de produtos e de empresas portuguesas para a região; e aumentar o IDE – Investimento Direto Estrangeiro desses países em Portugal.

“Estamos a definir algumas iniciativas com o Turismo de Portugal. A meta é apresentar uma grande narrativa do Portugal autêntico, com a sua grande capacidade de diversidade e de inclusão, muito mais do apostarmos na promoção de fileiras ou de setores”, revelou Celso Guedes de Carvalho.

O comissário geral de Portugal na Expo Dubai 2020 adiantou também que mais novidades sobre a presença de Portugal neste evento serão desvendadas na próxima BTL – Bolsa de Turismo de Lisboa, que irá decorrer na FIL do Parque das Nações entre 11 e 15 de março do próximo ano.

Recomendadas

Juro médio dos novos depósitos de particulares dispara em outubro para máximo de cinco anos

Segundo os dados divulgados hoje pelo Banco de Portugal (BdP), “em outubro o montante de novos depósitos a prazo de particulares foi de 4.726 milhões de euros, remunerados a uma taxa de juro média de 0,24%”.

PremiumBanca antevê dificuldades em identificar todos os clientes em 45 dias

Os bancos têm 45 dias para verificar se têm clientes do crédito à habitação que qualifiquem para efeitos da aplicação do diploma do Governo, mas o apuramento dos rendimentos reais é um obstáculo.

Juro médio nos novos créditos à habitação em outubro com maior subida mensal desde 2003

“Trata-se da maior subida mensal desde o início da série estatística, em 2003”, salienta o Banco de Portugal (BdP), explicando que “esta evolução acompanha a subida das taxas médias da Euribor”.
Comentários