Conselho da UE anuncia apoio de 40 milhões de euros para o exército da Moldávia

Este apoio complementa a contribuição europeia de sete milhões de euros, feita em dezembro de 2021, destinada na altura a capacitar o Serviço Médico Militar do Batalhão de Engenharia das Forças Armadas moldavas. 

Copyright: European Union

O Conselho da União Europeia (UE) anunciou hoje uma medida de assistência para as Forças Armadas da Moldova, no valor de 40 milhões de euros, ao abrigo do Mecanismo Europeu de Apoio à Paz (MEAP).

Em comunicado, o Conselho detalhou que a medida tem como objetivo reforçar as capacidades do exército moldavo, “em termos de logística, mobilidade, comando, controlo, ciberdefesa, reconhecimento aéreo não tripulado e de unidades de comunicações táticas”, ao fornecer equipamento e serviços “não letais”, incluindo formação para a utilização do mesmo.

Este apoio complementa a contribuição europeia de sete milhões de euros, feita em dezembro de 2021, destinada na altura a capacitar o Serviço Médico Militar do Batalhão de Engenharia das Forças Armadas moldavas.

Segundo o Conselho, esta medida é “prova do empenho da UE em fortalecer as capacidades da República da Moldava, com o objetivo de aumentar a sua segurança nacional, estabilidade e resiliência”, acrescentou em comunicado.

Criado em março de 2021, o Mecanismo Europeu de Apoio à Paz (MEAP) é um instrumento extraorçamental da UE para financiar as ações da Política Externa e de Segurança Comum (PESC) nas áreas militares e de defesa, de forma a prevenir conflitos, preservar a paz e aumentar a segurança e estabilidade internacionais.

É através do MEAP que a UE consegue financiar apoios, relacionados com questões militares e de defesa, dados aos países e a organizações regionais e internacionais.

Recomendadas

Itália: Extrema-direita promete respeitar UE e NATO

A coligação da direita italiana aprovou o seu programa eleitoral para as legislativas antecipadas, prometendo respeitar a NATO e uma União Europeia “menos burocrática”.

Atenção, emigrantes: principal porta de acesso entre Portugal e França está cortada devido aos incêndios

O sudoeste francês continua a ser devastado pelas chamas, que obrigam a cortes nas autoestradas. O fogo já queimou quase sete mil hectares e obrigou a evacuar mais de 10 mil pessoas.

Brasil: Lula da Silva promete reforma tributária

Se for novamente eleito em outubro, Lula da Silva apoiará um projeto de reforma tributária atualmente no Senado que unificaria os impostos federais sobre o consumo num imposto único.
Comentários