Conselho de Disciplina da FPF instaura processo disciplinar à Benfica SAD

Em comunicado, este órgão ligado ao organismo que tutela o futebol português anunciou que este processo foi deliberado a 10 de janeiro deste ano e que surge “na sequência de notícias divulgadas na comunicação social”. Situação está relacionada com megaprocesso de corrupção que está a ser investigado.

O Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) anunciou a instauração de um processo disciplinar à Benfica SAD relacionado com notícias que ligam esta entidade a um megaprocesso de corrupção que estará a ser investigado.

Em comunicado, este órgão ligado ao organismo que tutela o futebol português anunciou que este processo foi deliberado a 10 de janeiro deste ano e que surge “na sequência de notícias divulgadas na comunicação social, na medida em que a factualidade agora conhecida possa ser diversa daquela apreciada em outros procedimentos disciplinares”.

Lê-se também que o processo enviado a 12 de janeiro para a Comissão de Instrutores da Liga Portuguesa de Futebol Profissional.

A Benfica SAD confirmou a 9 de janeiro, em comunicado divulgado pela CMVM, que esta entidade assim como atuais e antigos membros do Conselho de Administração da SAD dos “encarnados” foram constituídos arguidos no âmbito de um processo que está em segredo de justiça.

Detalha a sociedade que gere o futebol dos “encarnados” que foram constituídos arguidos “membros que integraram o seu Conselho de Administração no mandato 2016 a 2020” e que “se encontram atualmente em funções”.

Este órgão manifestou ainda a sua total “disponibilidade e abertura” no sentido de “colaborar com as entidades competentes”.

O canal de notícias “CNN Portugal” avançou que está em causa um megaprocesso de corrupção desportiva que poderá evitar que alguns crimes que estão ser investigados fiquem prescritos.

Recomendadas

Zelensky insiste com primeiro-ministro britânico que Rússia “não tem lugar” nos Jogos Olímpicos de Paris

Por seu lado, Sunak explicou ao presidente ucraniano que o Reino Unido está agora focado em “garantir que o equipamento militar defensivo” do país “chegue à linha da frente o mais rapidamente possível”.

Possível participação de russos nos Jogos Olímpicos de Paris gera discórdia entre Ucrânia e organizações internacionais

Como é habitual com o conflito na Ucrânia, a polémica passou as fronteiras russas e ucranianas e o assunto polarizou-se com organismos internacionais a favor da postura do COI, e alguns dos principais aliados de Kiev em oposição frontal à medida.

Chelsea e o cheque de 612 milhões: o “fair-play” da UEFA é uma treta? Veja o “Jogo Económico

Será o “fair-play” financeiro da UEFA para levar a sério? Só o Chelsea gastou mais dinheiro em janeiro do que todos os clubes na Bundesliga, La Liga, Serie A e Ligue 1 e esta época, os “blues” investiram 612 milhões de euros. Luís Cassiano Neves, sócio fundador da 14 Sports Law, é o convidado desta edição.
Comentários