Construção ajuda a equilibrar contas públicas com aumento de 16,1%

Índice de Novas Encomendas na construção e obras públicas deste trimestre terá dado um forte impulso à economia portuguesa, que registou um crescimento de 0,8%.

Cristina Bernardo

O setor da construção registou um aumento homólogo no Índice de Novas Encomendas de 16,1% entre julho e setembro deste ano, segundo dados divulgados esta segunda-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

Apesar de se ter mantido a tendência de crescimento, a subida foi menos acentuada do que a que se verificou no segundo trimestre. Entre abril e junho, o índice de novas encomendas na construção disparou para os 22,3%.

De acordo com o INE, a diminuição percentual de novas encomendas deveu-se sobretudo ao abrandamento do ritmo de Obras de Engenharia, que passou de uma variação homóloga de 14,6% para 5,4%.

Também o índice de Construção de Edifícios terá contribuído para este decréscimo, ao apresentar uma taxa de variação de 31,4%, quando no trimestre anterior tinha ficado nos 29,4%).

A economia portuguesa cresceu neste terceiro trimestre 0,8%, com um forte aumento das exportações líquidas, dando um forte impulso ao Governo para conseguir cumprir a meta orçamental deste ano e iniciar o próximo com melhores perspetivas de crescimento.

Recomendadas

Patrões vão ter majoração em 50% dos custos com aumentos salariais no IRC

No âmbito do acordo de rendimentos, o Governo decidiu propor aos parceiros sociais uma majoração em 50% dos custos com a valorização salarial em IRC. Patrões têm reclamado, note-se, medidas mais transversais.

Governo propõe reforço do IRS Jovem. Isenção sobe para 50% no primeiro ano

Jovens vão passar a ter um desconto fiscal maior, no início da sua carreira. IRS Jovem passará a prever uma isenção de 50%, em vez de 30%, no primeiro ano.

Governo quer atualizar os escalões do IRS em 5,1% em 2023

O Governo decidiu rever em alta o referencial dos aumentos salariais, puxando-o para o valor do aumento da massa salarial da Função Pública: 5,1%. Será esse o número que será usado para atualizar os escalões do IRS.
Comentários