Construção cresce na Europa. Portugal negativa

O mercado da construção europeu está a recuperar. Em Portugal, pelo contrário a produção na construção pelo contrário recuou 3,6%, no dia em que os trabalhadores da Soares da Costa se manifestam.


Notice: Undefined offset: 1 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 2 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 1 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 2 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

O mercado da construção europeu está a recuperar face ao ano anterior, com um crescimento de 1,1% na Zona Euro e de 1,2 na Europa a 28 (UE28). Em Portugal, a produção na construção, pelo contrário, recuou 3,6%.

O mercado da construção portuguesa continua a apresentar um comportamento negativo, de acordo com os dados divulgados esta quinta-feira pelo Eurostat, o Gabinete de Estatísticas da União europeia. Em outubro o volume de produção na construção recuou 3,6% face a igual mês do ano anterior e 2,3% no trimestre em comparação com o período homólogo do ano anterior. Também na comparação com o mês e trimestre anteriores a performance é negativa. No trimestre terminado em outubro o mercado caiu 0,4% face ao trimestre anterior e em outubro a queda foi de 1,1% face ao mês anterior.

Os dados são apresentados no dia em que os trabalhadores da Soares da Costa se manifestam em frente à sede da empresa. Os trabalhadores da construtora iniciaram a paralisação para reivindicar o pagamento de salários em atraso e apelar à reversão do processo de despedimento coletivo de cerca de 500 funcionários, anunciado esta quarta-feira.

“Não nos roubem o Natal”, imploram os trabalhadores concentrados desde as sete da manhã junto aos estaleiros da Rechousa, em Gaia. Um representante da Comissão de Trabalhadores, José Martins, disse aos jornalistas presentes ter “esperança” de uma reversão da medida. Apelou ao Governo a intervenção, tal como em outros setores como a banca.

Vieira da Silva, ministro da Solidariedade e Segurança Social, assinalou que o Governo vai acompanhar a situação e tudo fará para mitigar o impacto da mesma, mas que não foi um dos temas abordados durante o Conselho de Ministros desta manhã.

A Soares da Costa enviou uma carta à Comissão de Trabalhadores onde assinala que o despedimento coletivo se deve à crise em Portugal e Angola, apontando “repercussões nefastas” para a empresa da crise e a “estagnação do mercado de construção”, mas os trabalhadores vincam “não ter culpa” desta situação e criticam as administrações.

Os números da Eurostat revelam ainda que a produção na construção aumentou 0,5% na Área do Euro (EA19) e 0,% na UE28 em outubro face ao mês anterior. Em setembro a construção tinha recuado 0,7% na área do Euro e 0,2% na UE28.

Face ao período homólogo, a produção na construção aumentou 1,1% na Área do Euro e 1,2% na UE28.

OJE

 

Recomendadas

Salário mínimo deve ter em 2023 “adicional salarial” para compensar inflação

O Governo mantém o objetivo de aumentar o salário mínimo até aos 900 euros em 2026, propondo que em 2023 haja um “diferencial adicional” para compensar a inflação, segundo uma proposta que será apresentada hoje na Concertação Social.

Governo propõe atualização regular de escalões do IRS no âmbito do acordo de rendimentos

A proposta sobre o acordo de rendimentos, salários e competitividade que o Governo leva hoje para a Concertação Social prevê a atualização regular dos escalões de rendimento do IRS visando a neutralidade fiscal das atualizações salariais.

Administração Local com défice de 15 milhões de euros em 2021, o primeiro desde 2013

O relatório do CFP destaca a evolução acima do esperado da receita dos municípios que foi, ainda assim, insuficiente para compensar o acréscimo do lado da despesa. A falta de informação de nove municípios merece reparos da instituição, que pede mais esforços para cumprir com princípios de transparência.