Consultora Everis cria centro de excelência de ‘open banking’

A empresa pretende, com esta organização, aplicar o seu conhecimento e experiência a atividades relacionadas com o ecossistema digital das entidades financeiras, passando pela regulação e novos modelos de negócio com esta tecnologia bancária.

A consultora internacional Everis anunciou esta terça-feira a criação de um centro global de excelência dedicado a promover soluções integrais de open banking (tecnologia financeira que permite criar um sistema bancário aberto) para o sector da banca e, segundo alega, desenhado à medida das necessidades dos clientes.

A empresa do grupo NTT Data pretende com este investimento, cujos detalhes não foram tornados públicos, reforçar a aposta na prática de open banking, colocando ao serviço das organizações talento especializado neste tema e a sua própria plataforma de tecnologia bancária para “para ajudar as entidades financeiras na transformação e modernização do seu core business, assim como na criação de novos negócios digitais”.

A Everis reitera que a pandemia acelerou a transformação digital e tendências de consumo/serviços, como a necessidade de reduzir o tempo de lançamento de novas soluções digitais, a criação de novas linhas de negócio, a evolução para novas plataformas bancárias na cloud (nuvem) e a adaptação ao novo paradigma de open banking.

“Estamos num momento em que nos nossos clientes pedem novas capacidades e serviços de alto valor, que possam ser oferecidos sem as limitações da proximidade física, num contexto de mudança de elevada incerteza”, contextualiza Manuel Romero, diretor global de Open Banking da Everis e NTT Data.

A consultora pretende, com este centro, aplicar o seu conhecimento e experiência a atividades relacionadas com o ecossistema digital das entidades financeiras, passando pela regulação e novos modelos de negócio de open banking, pelas plataformas de banca digital, de gestão do ecossistema de parceiros e pela consultoria de desenvolvimento de API [Application Programming Interface] e micro-serviços.

“Com esta nova organização reforçamos a nossa capacidade de ajudar os nossos clientes a desenvolver o negócio, a criar novos e inovadores modelos de atividade, assim como a alcançar vantagens competitivas”, garante o executivo da Everis.

“Reduzir o time-to-market de novos produtos e serviços bancários, assim como o desenvolvimento de novos negócios apoiados em ecossistemas abertos são fundamentais para assegurar o futuro”, conclui David Sanz, sócio e responsável de Banca da Everis Portugal.

Recomendadas

Venezuela prepara acordos com petrolífera Chevron após alívio de sanções

A Venezuela anunciou hoje que vai assinar, nas próximas horas, acordos com a petrolífera norte-americana Chevron para impulsionar o desenvolvimento local de empresas mistas (capital público e privado) e a produção de petróleo.

“Via Verde rejeita categoricamente qualquer acusação de burla” que circule no Portal da Queixa

“Sempre que um cliente passa numa portagem e a transação falha, a Via Verde comunica diretamente com o cliente a dar conta de um eventual problema”, justifica. “Este alerta visa sempre proteger os clientes. Se o problema for confirmado, o cliente pode subscrever um plano Via Verde ou, se assim preferir, comprar um identificador novo”, esclarece fonte oficial da empresa ao JE.

ORES Portugal compra três hipermercados por 26,2 milhões que alugará ao Continente

Os três ativos imobiliários são objeto de contratos de arrendamento de longa duração com o Continente, do grupo Sonae, segundo um comunicado da SIGI do Bankinter e da Sonae Sierra.
Comentários