Consumo de gás natural em Portugal diminuiu 5,7% em novembro

O consumo de gás natural em Portugal reduziu-se em 5,7% em novembro, para 5.304 gigawatts hora (GWh), face a igual mês do ano anterior, revelou hoje a Adene – Agência para a Energia.

Reuters

O mercado elétrico, que corresponde ao gás natural consumido nas centrais de ciclo combinado para a produção de eletricidade, foi responsável por 46,6% do consumo, sendo os restantes 53,4% destinados ao mercado convencional, explica a Adene em comunicado.

Além disso, refere que a maioria das importações portuguesas proveio dos Estados Unidos, com uma quota de 62%, seguindo-se a Nigéria (18,5%), Trinidade e Tobago com (11%) e o gás importado através das interligações com Espanha (8,5%).

Em novembro, a Adene destaca uma mudança “muito significativa no mix de importação” de gás natural.

Nesse sentido, acrescenta que quase dois terços do gás foram adquiridos aos Estados Unidos e dá nota do retorno à baixa percentagem do gás importado através das interligações a Espanha (gasodutos).

Recomendadas

Ligações ferroviárias de Lisboa a Corunha e Madrid entre projetos apoiados pela UE

O executivo comunitário anunciou hoje que escolheu 10 projetos-piloto que apoiará para estabelecer novos serviços ferroviários ou melhorar os já existentes, apontando que, no seu conjunto, “irão melhorar as ligações ferroviárias transfronteiriças em toda a União Europeia, tornando-as mais rápidas, mais frequentes e mais acessíveis”.

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta terça-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta terça-feira.

“Temos o melhor pipeline de sempre em oportunidades de negócio”, salienta CEO da Webhelp Portugal

O crescimento desta empresa que proporciona serviços de apoio ao cliente, permite aumentar o investimento e criar ainda mais postos de trabalho, de acordo com Carlos Moreira, o administrador da Webhelp em Portugal, no podcast “JE Entrevista”.
Comentários