Contos para miúdos na Biblioteca Pública da Madeira

A biblioteca pública recebe a 15 de janeiro a leitura do livro de Sofia Henriques, A Cestinha Cintilante.

A biblioteca pública recebe a 15 dezembro uma sessão de leitura do livro ‘A cestinha cintilante’, de Sofia Henriques, que vai contar com a presença da autora.

O livro aborda a importância dos valores como por exemplo o respeito, a responsabilidade e a gratidão.

Para 22 de dezembro está programada mais uma sessão da hora do conto, com o livro ‘Festa de Natal’, de Tracey Corderoy e com ilustrações de Tim Warnes.

O livro retrata Rodrigo e a sua tentativa em tornar este o melhor natal de sempre.

A autora já escreveu os livros ‘O hotel Extravagância de Natal’, e ‘Um Nadinha Apertados’,

A 29 de dezembro está marcada mais uma sessão de leitura, com o livro ‘Adelaide’, que faz parte do ‘Plano Nacional de Leitura’, de Tomi Ungerer.

No livro Adelaide, um canguru, nasce com asas que vão servir para carregar os seus sonhos. A personagem do livro, de Tomi Ungerer, junta-se numa aventura com um piloto, e visita locais como índia, partis, graças à ajuda de um cavaleiro, chamado Maurício.

Nesta aventura o canguru passa por um circo, visita obras de arte, e devido às suas asas salva crianças de um incêndio.

Recomendadas

Madeira: Movimento de passageiros nos aeroportos da Região cresceu cerca de 40% face a 2019

No aeroporto da Madeira, e no mês em análise, o tráfego de passageiros distribuiu-se equitativamente entre o tráfego doméstico (47,4% do total) e o tráfego internacional (52,6%).

Funchal: Aldeia de Natal abre a 9 de dezembro com regresso do comboio e prolongamento do horário de funcionamento

Outro aspeto destacado por Cristina Pedra foi a renovação do design e imagem da Aldeia de Natal e que inclui uma árvore de Natal de nove metros, bem como diversos pinheiros naturais, que  quando acabar o evento voltarão ao Parque Ecológico do Funchal.

Madeira: Aprovado relatório da Comissão de Inquérito à linha de crédito INVEST-RAM

O relatório mereceu os votos favoráveis PSD e do CDS-PP, os votos contra do PS, partido proponente do inquérito, e a abstenção do PCP.
Comentários