Contratação Sérgio Figueiredo. IL diz que “é mais um exemplo do PS a governar em outsourcing”

Para o líder parlamentar da IL “a proximidade patente nesta contratação leva a questionar se a proximidade entre Sérgio Figueiredo e o PS já existia quando exercia funções jornalísticas, em particular de direção”. 

A Iniciativa Liberal considerou que a contratação de Sérgio Figueiredo para ser consultor de Fernando Medina é “mais um exemplo do PS a governar em outsourcing”.

“Ao fim de sete anos, o Governo socialista decide contratar alguém para avaliação de políticas públicas. O PS não o fazia ou não confia nos serviços do Ministério das Finanças? É mais um exemplo do PS a governar em outsourcing”, sublinha o presidente do grupo parlamentar da IL, Rodrigo Saraiva.

Ao abordar este processo de contratação o liberal diz que é preciso ter em conta a ligação entre Sérgio Figueiredo, ex-diretor de informação da TVI, e o ministro das Finanças.

“Sérgio Figueiredo contratou Fernando Medina para comentador televisivo, onde se assistiu ao cúmulo de comentar ou evitar comentar casos onde estava envolvido como presidente da Câmara Municipal de Lisboa. Agora Medina contrata Sérgio. É o comentador contratado a contratar o contratador”, destacou,

Rodrigo Saraiva diz ainda que “a proximidade patente nesta contratação leva a questionar se a proximidade entre Sérgio Figueiredo e o PS já existia quando exercia funções jornalísticas, em particular de direção”.

Ontem foi noticiado que Sérgio Figueiredo vai assessorar o Ministério das Finanças na “auscultação dos stakeholders relevantes na economia portuguesa”. O contrato vai estender-se por dois anos, diz o jornal “Público”, durante os quais Sérgio Figueiredo terá um ordenado equiparado ao vencimento mensal base dos ministros, ou seja, 4.767 euros.

Relacionadas

PSD acusa Governo de promiscuidade na contratação de Sérgio Figueiredo

Para o social democrata a contratação evidencia “uma grande promiscuidade entre o Partido Socialista e o Governo com alguns órgãos de comunicação social e as pessoas que aí trabalham”.

“A contratação de Sérgio Figueiredo é criticável em vários aspetos”, diz BE (com áudio)

O presidente do grupo parlamentar do BE considera que a contratação demonstra “ausência de qualquer pingo de ética”. “As escolhas públicas não podem estar reféns de redes de amigos ou do pagamentos de favores”.

Sérgio Figueiredo contratado para consultor de Fernando Medina

O contrato estende-se por dois anos e Sérgio Figueiredo deverá receber um ordenado equiparado ao de um ministro.
Recomendadas

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta segunda-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta segunda-feira.

“Está a ser trabalhada solução para a Linha do Tua”, diz Pedro Nuno Santos

O ministro das Infraestruturas, Pedro Nuno Santos, disse, esta segunda-feira, que se está a trabalhar para encontrar uma solução para viabilizar a Linha do Tua, onde se mantém um impasse na concretização do plano de mobilidade.

Brasil. Maioria dos partidos portugueses espera uma vitória de Lula

PS, BE e PCP demonstram apoio claro a Lula da Silva, que alcançou 48,4% dos votos na primeira volta das eleições no Brasil. Por sua vez, o Chega está do lado de Jair Bolsonaro.
Comentários