COP27: Lula da Silva diz que quer organizar conferência do clima na Amazónia em 2025

O Presidente eleito do Brasil, Luís Inácio Lula da Silva, anunciou hoje o seu desejo de organizar a conferência do clima da Organização das Nações Unidas (ONU) COP30, em 2025, na Amazónia brasileira.

“Vamos conversar com o secretário-geral da ONU e pedir que ele leve a COP30 para a Amazónia”, disse Lula da Silva, num evento organizado num espaço dedicado aos governos regionais da Amazónia brasileira em Sharm el-Sheikh, no Egito, onde acontece a COP27.

“Se a Amazónia tem o significado que tem para o planeta Terra, se tem a importância que todos vocês dizem que tem, que todos os cientistas dizem que tem, nós não temos de medir esforços para afirmar que uma árvore em pé vale mais do que uma árvore derrubada”, acrescentou.

O líder progressista tomará posse no dia 01 de janeiro de 2023 e faz sua primeira viagem ao exterior desde sua eleição no final de outubro para participar na COP27, que termina na sexta-feira.

O Brasil já havia sido proposto sediar a COP25, em 2019, mas a eleição do atual Presidente, Jair Bolsonaro, fez o país desistir de ser sede do fórum naquele ano.

“O Brasil está de volta ao mundo”, afirmou Lula da Silva nas suas redes sociais, ao chegar no Egito, sem fazer alusão direta a Bolsonaro, seu rival nas últimas eleições, que tem sido alvo de críticas pela falta de políticas claras em defesa do meio ambiente e contra as mudanças climáticas.

Recomendadas

PremiumCOP27: economia fica sempre à frente dos interesses do planeta

A guerra, a inflação, os preços das energias tornaram a opção pela produção sustentável um luxo a que as economias não se podem dar. A guerra das Nações Unidas terá de ficar para mais tarde.

Pelo menos 238 mil pessoas morreram devido à poluição do ar em 2020, revela relatório

A poluição do ar provocou a morte de, pelo menos, 238 mil pessoas na União Europeia (UE), em 2020, mais do que no ano anterior, segundo um relatório da Agência Europeia do Ambiente (EEA, na sigla em inglês), hoje divulgado.

Negociadores chegam a acordo sobre fundo climático na COP27

A revelação foi feita pelo ministro do Ambiente das Maldivas, este sábado, 19 de novembro Sharm El-Sheikh, Egito, no Egito. “Há um acordo sobre perdas e danos”, afirmou Aminath Shauna à Associated Press.
Comentários