CorPower Ocean recebe financiamento de 2,3 milhões de euros

Empresa sueca aposta no desenvolvimento da tecnologia da produção de energia através de ondas. Este projeto tem um investidor português, o Wavec, e é apoiado pela InnoEnergy a nível ibérico.

A CorPower Ocean vai receber um financiamento de 2,3 milhões de euros por parte dos investidores da Midroc New Technology e o fundo Greentech da Almi Invest, que se juntam à InnoEnergy, através do investidor português Wavec a nível ibérico.

A empresa sueca tem um projeto de inovação que passa por o desenvolvimento da tecnologia da produção de energia através de ondas.

Este investimento de capital faz parte de um pacote maior de financiamento para levar a tecnologia de energia das ondas da CorPower até 2023. Esta ronda de financiamento de capital será agora combinada com o financiamento de projetos anteriormente garantido, consistindo em 8,5 milhões de euros da Agência Sueca de Energia e 2,3 milhões de euros do cofinanciamento OCEANERA-NET.

Markus Hökfelt, gerente de fundos da Almi Invest Greentech, refere que “a energia oceânica é uma importante fonte de energia renovável que pode complementar a energia solar e eólica num mix de energia verde. Acreditamos que a tecnologia e a equipe do CorPower têm um grande potencial para dominar as condições desafiadoras dos oceanos”.

Göran Linder, CEO da Midroc New Technology, sublinha que a “filosofia é investir em tecnologias inovadoras com capacidades inerentes para facilitar a mudança para a produção de energia sustentável. Acreditamos que a tecnologia CorPower pode desempenhar um papel importante nessa transição”.

Patrik Möller, CEO e co-fundador da CorPower Ocean, mostrou-se “muito satisfeitos em adicionar novos acionistas com experiência industrial relevante que compartilham a nossa grande visão de energia oceânica. A CorPower tem trabalhado bastante para demonstrar a nossa tecnologia passo a passo desde 2012, e agora estamos ansiosos para dar o próximo passo para máquinas de escala comercial com uma equipa fortalecida”.

Ingvar Eriksson, diretor de criação de negócios da InnoEnergy Scandinavia, assume que “a energia das ondas é um enorme recurso inexplorado para a produção de energia renovável e um excelente complemento para outros tipos de produção de energia renovável. Acreditamos na solução técnica e na capacidade do CorPower de criar uma ruptura revolucionária e investir na empresa desde o início”.

Recomendadas

SAD do Sp. Braga com resultado positivo de 3,1 milhões de euros na época passada

Relativamente ao exercício financeiro que terminou a 30 de junho deste ano, que ainda não refletem a venda do passe futebolístico do defesa central David Carmo (transferência fechada para o FC Porto na ordem dos 20 milhões de euros), a SAD dos bracarenses destaca que este foi um período “pautado por múltiplos constrangimentos associados à pandemia”.

Sonaecom rasga acordo com Isabel dos Santos

“À Sonae passa a ser imputada uma participação na NOS de cerca de 36,8% do capital social e dos direitos de voto nessa sociedade”, detalha a empresa liderada por Cláudia Azevedo.

Toyota Caetano Portugal com lucros de 7,3 milhões no semestre

Em comunicado à CMVM, a Toyota Caetano Portugal diz que os resultados líquidos consolidados ascenderam a 7,3 milhões de euros, o que compara com 11,7 milhões em dezembro de 2021 e com 2,98 milhões em junho de 2021.
Comentários