Corticeira Amorim e BCP animam ganhos do PSI 20

O principal índice português, PSI 20, segue na linha de água a valorizar 0,08%, para 5.410,18 pontos, impulsionado pelos ganhos dos CTT, Corticeira Amorim e BCP.

Reuters/Lucas Jackson

A bolsa portuguesa abriu a negociar com perdas esta quinta-feira em linha com as praças europeias, tendo entretanto invertido a tendência. O principal índice português, PSI 20, segue na linha de água a valorizar 0,08%, para 5.410,18 pontos, impulsionado pelos ganhos dos CTT, Corticeira Amorim e BCP.

“A baixa liquidez dos títulos do PSI 20 e das restantes bolsas europeias está a marcar esta abertura de sessão”, afirma Paulo Rosa, trader da Gobulling – Banco da Carregosa. “A maioria das cotadas negoceiam na linha de água”, sustenta.

A Corticeira Amorim é a cotada que mais sobe, ao avançar 2,03% para os 11,060 euros, depois de no início desta semana a cotada ter comunicado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) que 51% do seu capital social vão passar diretamente das mãos da Amorim Capital para a Amorim Investimentos e Participações.

Em terreno positivo estão também os títulos da Sonae, que soma 0,08% para os 1,179 euros, e da Sonae Capital, que avança 0,08% para os 0,898 euros. O trader da Gobulling – Banco da Carregosa, indica que as cotadas estão a beneficiar estão a beneficiar da subsidiária Sonae Indústria, que negocia com grandes ganhos no PSI Geral.

“A Sonae Indústria está a ganhar terreno já há bastante tempo, sendo esperada a sua entrada no PSI 20 no próximo ano, na revisão ordinária de março de 2018”, sustenta Paulo Rosa. “Além disso, a empresa beneficia da recomendação de compra da JB Capital Markets. A casa de investimentos subiu o preço-alvo da cotada para 4,90 euros, mais 42% do que o valor a que está agora a negociar”.

Paulo Rosa nota ainda que a Sonae Indústria é uma empresa que tem vindo a valorizar desde o ano passado, depois de 8 anos de prejuízos, e que este ano tem vindo a consolidar lucros. O trader da Gobulling explica que a empresa tem agora uma capitalização de cerca de 155 milhões de euros, superior à da Novabase, que negoceia no PSI 20.

A valorizar estão também os CTT, que avançam 0,77% para os 3,683 euros. Os trabalhadores da empresa cumprem esta quinta e sexta-feira uma paralisação em protesto por melhores condições de trabalho e pela manutenção dos empregos, numa altura em que foi anunciada a redução de 800 postos de trabalho.

A Galp Energia (0,55%), Jerónimo Martins (0,64%), REN (0,08%), BCP (0,11%), EDP Renováveis (0,22%) partilham o sentimento positivo da bolsa nacional.

Em sentido contrário estão a EDP (-0,49%), NOS (-1,01%), Altri (-0,64%), Semapa (-0,75%) e a Navigator (-0,07%).

Nas restantes praças europeias, o alemão DAX perde 0,16%, o francês CAC 40 cai 0,19%, o espanhol IBEX 35 desliza 0,02% e o holandês AEX recua 0,24%. Em sentido contrário, o italiano FTSE MIB valoriza 0,21% e o britânico FTSE 100 soma 0,10%.

“Os mercados europeus aguardam com grande expectativa as eleições de hoje na Catalunha”, explica Paulo Rosa. “Além disso, amanhã o DAX alemão e o FTSE 100 encerram mais cedo devido às comemorações do dia de Natal”.

No mercado petrolífero, o brent cai 0,26% para os 64,39 dólares por barril e o crude WTI desvaloriza 0,19% para os 57,98 dólares.

No mercado cambial, o euro soma 0,09% para 1,188 dólares e a libra soma 0,05% para 1,338 dólares.

Recomendadas

PremiumMercados somam e seguem

Índices acionistas encerram em alta em novembro, somando segundo ganho mensal consecutivo.

Wall Street encerra semana apenas com Dow Jones a negociar em terreno positivo

Ao final do dia em Wall Street, o Dow Jones soma 0,10% para 34.429,88 pontos, o S&P 500 perde 0,13% para 4.071,45 pontos e o tecnológico Nasdaq desvaloriza 0,18% para 11.461,50 pontos. 

Euro regista ligeira valorização e segue acima de 1,05 dólares

Lisboa, 02 dez 2022 (Lusa) – O euro subiu hoje ligeiramente e mantinha-se a negociar acima de 1,05 dólares, após a divulgação de números melhores do que o previsto sobre a criação de emprego nos Estados Unidos.
Comentários