Caso Banif. Costa e Passos viabilizam Retificativo

O Orçamento Retificativo foi aprovado na generalidade, com os votos favoráveis do PS e a abstenção do PSD. Dada a urgência da situação no Banif, o documento será ainda hoje aprovado na especialidade.


Notice: Undefined offset: 1 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 2 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 1 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 2 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

A decisão do Partido Social Democrata de optar pela abstenção permitiu a aprovação do documento proposto pelo Partido Socialista, que que acomoda a injeção imediata de 2.255 milhões de euros para resolver a situação no Banif.

Os deputados eleitos pelo PSD Madeira vão apresentar uma declaração de voto.

Todos os outros partidos com assento parlamentar – CDS, PCP, BE, PEV e PAN votaram contra o Orçamento Retificativo 2015.

OJE

Recomendadas

Revista de imprensa nacional: as notícias que estão a marcar esta quinta-feira

“Há mais hospitais a falhar tempos de espera para consultas de saúde mental”; “Máfia dos passaportes na mira da Polícia”; “Nigéria falha quatro entregas de gás natural a Portugal”

Topo da Agenda: o que não pode perder nos mercados e na economia esta quinta-feira

O Banco de Portugal divulga esta quinta-feira o Boletim Económico de outubro, A expectativa quanto a estas previsões é significante, especialmente depois da pressão do Presidente da República para que o Governo divulgasse as projeções macroeconómicas antes de anunciar o Orçamento do Estado para 2023.

FMI estima que a espiral de salários-preços ainda é um “risco limitado”

A ausência de uma espiral preços-salários não deve levar os líderes a não agirem para combater a inflação persistente, considera ainda o Fundo Monetário Internacional.