Costa já admite mais restrições depois de 9 de janeiro (com áudio)

Preocupado com a Ómicron, o primeiro-ministro admitiu também que vai ser preciso “manter as medidas de controlo das fronteiras”.

Manuel de Almeida/Lusa

O primeiro-ministro português avisou hoje que Portugal deverá prolongar as medidas para lá de 9 de janeiro, a data limite para as restrições previstas para o período festivo.

António Costa disse que as medidas serão “seguramente prorrogadas” porque a “nove de janeiro não vamos estar em condições de retirar estas medidas” devido à nova variante Ómicrom, revelou hoje em Bruxelas, citado pelo “Expresso”.

Ao mesmo tempo, o governante também avançou que a partir de 9 de janeiro vai ser preciso “manter as medidas de controlo das fronteiras”.

Recomendadas

Maioria dos europeus tem hoje maior dificuldade em fazer face às despesas mensais

O disparo dos preços tem levado as famílias europeias a ter maior dificuldade em equilibrar o orçamento mensal. Não há dados específicos para Portugal, mas também cá os salários reais têm caído e o poder de compra emagrecido.

JE Bom Dia: ‘Money Supply’ na Europa é conhecida num contexto de subida de taxas de juro

Por cá, o Banco de Portugal divulga os dados de crédito ao sector privado em outubro, e será um dia parado no Parlamento depois da aprovação do Orçamento do Estado na passada sexta-feira.

Topo da Agenda: o que não pode perder nos mercados e na economia esta semana

Uma semana rica em dados da inflação na Europa, que os mercados analisarão com atenção na busca de sinais sobre a política monetária de médio-prazo do BCE, que tem vários responsáveis a discursar. Também nos EUA e Inglaterra os responsáveis pelos bancos centrais discursam na antecâmara da última reunião do ano.
Comentários