Costa Silva sobre sustentabilidade: “cada sector pode adaptar-se e cortar emissões”

António Costa Silva escreveu um capítulo para o livro “101 Vozes pela Sustentabilidade”, no qual defende que cada sector de atividade pode cortar as emissões e contribuir para a luta contra as alterações climáticas.

antónio_costa_silva_partex_5
Cristina Bernardo

O ministro da Economia e do Mar acredita que cada sector de atividade consegue adaptar-se e cortar as emissões poluentes, contribuindo, assim, para a luta contra as alterações climáticas. Esta posição consta do capítulo escrito por António Costa Silva para o livro “101 Vozes pela Sustentabilidade”, que o Diário de Notícias divulgou este domingo.

“O caminho é exigente, multifacetado, pluridisciplinar, abrangente e transformador. As respostas existem e devem ser exploradas e enriquecidas com novas ideias. Cada setor da economia pode adaptar-se, cortar as suas emissões e tornar-se muito mais sustentável”, escreve o governante, que indica, a título de exemplo, que a indústria pode apostar na economia circular e os transportes na oferta pública e na mobilidade elétrica.

O ministro da Economia deixa ainda um alerta: “o tempo para mudar de rumo está a tornar-se escasso, o que transforma a década que temos à nossa frente na mais decisiva da história recente da Humanidade. Este é o momento para catalisar uma mudança que, se for conseguida, será sem dúvida uma das mais notáveis de sempre”. Costa Silva defende também que o futuro não pode ser uma repetição do passado.

Recomendadas

Eficiência energética na linha da frente para reduzir dependência de Putin

Governo e empresas analisam o atual momento da eficiência energética. Defendem que chegou a altura de Portugal e a Europa acelerarem para desligar a ficha de Moscovo e do regime de Vladimir Putin. Sector energético português está comprometido com metas.

Wimbledon: João Sousa e o australiano Jordan Thompson afastados em pares

O tenista português João Sousa e o australiano Jordan Thompson foram hoje eliminados na segunda ronda de pares de Wimbledon.

Itália alerta para subida de preço da energia por fecho do Nord Stream

O ministro da Transição Ecológica italiano, Roberto Cingolani, alertou hoje que se espera um novo aumento do preço da energia em Itália depois de a Rússia anunciar o fecho do gasoduto Nord Stream para manutenção, adiantou a EFE.
Comentários