Cotação do barril Brent desce 5,20% e fica abaixo da barreira dos 90 dólares

A cotação do barril de petróleo Brent para entrega em novembro terminou hoje no mercado de futuros de Londres em baixa de 5,20%, descendo a barreira dos 90 dólares pela primeira vez desde 2 de fevereiro.

O crude do Mar do Norte, de referência na Europa, concluiu a sessão no International Exchange Futures a cotar menos 4,83 dólares face à última sessão, em que terminou nos 92,83 dólares, baixando para os 88 dólares.

A perspetiva de abrandamento da procura devido à desaceleração económica da China e o receio de uma recessão na Europa continuaram a pesar sobre o preço do Brent, que se mantinha acima dos 90 dólares desde o início da invasão russa da Ucrânia.

A preocupação com a economia global compensou as medidas adotadas esta semana pela Organização dos Países Produtores de Petróleo (OPEP+), liderada pela Arábia Saudita e Rússia, que cortarão a sua produção conjunta em outubro para tentar evitar um colapso nos preços.

A força do dólar norte-americano, moeda na qual os futuros de petróleo são negociados, também contribuiu para o arrefecimento das negociações no mercado londrino, segundo analistas.

Os investidores também ficaram atentos à subida das taxas de juros no Canadá, que hoje subiram 0,75 pontos percentuais, para 3,75%, enquanto se espera que o Banco Central Europeu (BCE) anuncie quinta-feira se aumenta as suas taxas para 1,25%.

Recomendadas

Juros da dívida de Portugal sobem a dois, cinco e dez anos

Os juros de Espanha e Irlanda desciam a dois anos e subiam a cinco e a 10 anos, enquanto os da Grécia avançavam a dois e a dez anos e recuavam a cinco anos.

PSI inicia sessão no ‘verde’ em linha com a generalidade dos mercados europeus

A bolsa de Lisboa está em terreno positivo no início da sessão desta quinta-feira, estando a subir 0,48% para 5.470,41 pontos, num dia de ganhos ligeiros na Europa. O BCP lidera o índice português, ao ganhar 1,66% para 0,1345 euros, seguido da Altri, que sobe 0,89% para 5,12 euros. No sector energético, o desempenho é […]

Topo da Agenda: o que não pode perder nos mercados e na economia esta quinta-feira

O Banco de Portugal divulga esta quinta-feira o Boletim Económico de outubro, A expectativa quanto a estas previsões é significante, especialmente depois da pressão do Presidente da República para que o Governo divulgasse as projeções macroeconómicas antes de anunciar o Orçamento do Estado para 2023.
Comentários