Covid-19: Autoagendamento para vacinação de crianças continua indisponível

O autoagendamento da vacinação contra a Covid-19 das crianças entre os 5 e os 11 anos continuava indisponível às 19h30, apesar de o Governo ter anunciado que seria aberto esta segunda-feira.

O autoagendamento da vacinação contra a Covid-19 das crianças entre os 5 e os 11 anos continuava indisponível às 19h30, apesar de o Governo ter anunciado que seria aberto esta segunda-feira.

No portal da Covid-19 do Ministério da Saúde, a essa hora continuava disponível a marcação para a toma da vacina para a gripe e contra a Covid-19 para a faixa etária das pessoas com 65 ou mais anos.

Na sexta-feira, em conferência de imprensa, o secretário de Estado Adjunto e da Saúde, Lacerda Sales, anunciou que esta segunda-feira seriam abertas as marcações ‘online’ para esta faixa etária, cuja vacinação arranca no próximo fim de semana, 18 e 19 de dezembro, prolongando-se até março.

A Lusa contactou a Direção-Geral da Saúde para obter esclarecimentos, mas ainda não obteve resposta.

A Covid-19 provocou pelo menos 5.304.397 mortes em todo o mundo, entre mais de 269 milhões infeções pelo novo coronavírus registadas desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.

Em Portugal, desde março de 2020, morreram 18.673 pessoas e foram contabilizados 1.196.602 casos de infeção, segundo dados da Direção-Geral da Saúde.

A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China, e atualmente com variantes identificadas em vários países.

Uma nova variante, a Ómicron, classificada como “preocupante” pela Organização Mundial da Saúde (OMS), foi detetada na África Austral, mas desde que as autoridades sanitárias sul-africanas deram o alerta, a 24 de novembro, foram notificadas infeções em pelo menos 57 países de todos os continentes, incluindo Portugal.

Recomendadas

Covid-19: Mortalidade e internamentos estáveis, infeções com tendência crescente

A mortalidade e as hospitalizações por covid-19 continuam em níveis estáveis em Portugal, mas o país regista uma tendência crescente de novos casos de infeção, indica o relatório sobre a evolução da pandemia hoje divulgado.

Portugal registou 19.703 mil casos e 41 mortes de Covid-19 na última semana

A Direção-Geral da Saúde contabilizou mais 2.049 infeções e mais quatro óbitos em comparação à semana anterior.

Governo decide não renovar estado de alerta em território nacional

O ministro da Saúde justifica a decisão com “o elevado nível de vacinação na população portuguesa”.
Comentários