Covid-19: França regista quase 15 mil novos casos em 24 horas

Este número está ainda muito acima do máximo de 5 mil novos casos estabelecido pelo Governo de forma a poder haver um desconfinamento no país a partir de 15 de dezembro. 

Gonzalo Fuentes/Reuters

A França registou nas últimas 24 horas 14.595 novos casos, tendo no total sido já confirmados 2.324.216 casos da doença covid-19 no país desde o início da pandemia, segundo dados avançados hoje pelas autoridades de saúde.

Este número está ainda muito acima do máximo de 5 mil novos casos estabelecido pelo Governo de forma a poder haver um desconfinamento no país a partir de 15 de dezembro.

Os meios de comunicação franceses antecipam que a comunicação do primeiro-ministro, Jean Castex, na quinta-feira deve servir para anunciar a continuação das medidas restritivas e, possivelmente, a proibição de viagens entre regiões nos períodos do Natal e de Ano Novo.

Ainda nas últimas 24 horas, houve 296 novas mortes em meio hospitalar devido ao vírus, elevando o número total de mortos desde o início da pandemia para 56.648.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.557.814 mortos resultantes de mais de 68,2 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Recomendadas

Covid-19: Cerca de mil pessoas manifestam-se em Pequim contra política de ‘zero casos’

“Não queremos mais bloqueios, queremos ser livres”, gritaram os manifestantes, condenando ainda a realização quase diária de testes PCR em massa, no âmbito da estratégia de ‘zero casos’ de covid-19 imposta pelo Governo chinês.

Desobediência civil. China enfrenta protestos por medidas anti-Covid

Conta a agência Reuters que os protestos na China estão a intensificar-se e que nunca se viu nada assim desde que Xi Jinping assumiu o poder (há uma década), numa altura em que Pequim enfrenta o pior surto desde o início da pandemia com o encerramento de escolas e muitos trabalhadores em teletrabalho.

Pandemia custou ao Estado português 3.302,7 milhões de euros até outubro

No período homólogo, a pandemia de covid-19 tinha custado 6.247,9 milhões de euros ao Estado, segundo foi então divulgado pela Direção-Geral do Orçamento.
Comentários