Liga Portuguesa de Futebol e médicos acordam reforço das medidas de prevenção e combate à Covid-19

A Liga Portuguesa de Futebol Profissional recorda que lançou uma campanha, juntamente com os clubes e a DGS, que visa reforçar, nesta época natalícia e de festividades, “a necessidade de contenção e prevenção das medidas impostas no combate à pandemia, que não quer dar tréguas”.

Presidente da Liga Portugal, Pedro Proença

A Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) reuniu-se hoje com os médicos dos clubes para reforçar as medidas de prevenção e combate à pandemia de covid-19, após indicações dadas pela Direção-Geral da Saúde (DGS).

“Com o regresso do estado de calamidade, foi consensual a necessidade de reforçar todas as medidas e procedimentos em contexto de treino, estágio e jogo, voltando a ter caráter obrigatório a utilização permanente de máscara por parte de todos os elementos no banco de suplentes, com exceção do treinador principal”, refere o organismo em comunicado.

A LPFP recorda que lançou uma campanha, juntamente com os clubes e a DGS, que visa reforçar, nesta época natalícia e de festividades, “a necessidade de contenção e prevenção das medidas impostas no combate à pandemia, que não quer dar tréguas”.

Entre as medidas preconizadas pela DGS está a obrigatoriedade de apresentar teste negativo, devidamente comprovado por entidades competentes, à entrada para os estádios, independentemente da sua lotação.

Recomendadas

António Costa e Pedro Sánchez querem um Mundial2030 “para a paz”

“Já demonstrámos capacidade para organizar eventos de primeira linha. Portugal e Espanha estão prontos para receber, juntamente com a Ucrânia, o Mundial de futebol de 2030. Queremos um campeonato para a paz, mostrar o melhor do desporto, mas também os melhores valores da Europa”, escreveu o primeiro-ministro luso na rede social Twiiter, mensagem que também foi publicada pelo presidente do governo espanhol.

Revista de imprensa nacional: as notícias que estão a marcar esta quarta-feira

“Governo vai mexer nos escalões do IRS no próximo ano”; “Polícias proibidos de disparar com balas reais contra multidões”; “22 mil milhões de euros para a banca”

Vieira diz que divulgação de emails foi “estratégia do FC Porto para manchar nome do Benfica”

O antigo presidente do Benfica Luís Filipe Vieira afirmou hoje em tribunal que a divulgação de emails sobre o clube no Porto Canal foi “uma estratégia do FC Porto para manchar o nome” do clube lisboeta.
Comentários