Covid-19: Nova Zelândia reabre fronteiras mais de dois anos depois

A Nova Zelândia começou a reabrir progressivamente as fronteiras em fevereiro, mas inicialmente apenas os cidadãos que regressavam do estrangeiro foram autorizados a entrar no país ao abrigo de um esquema governamental.

A Nova Zelândia reabriu hoje as fronteiras a todos os visitantes, mais de dois anos após o seu encerramento para conter a pandemia de covid-19.

A medida inclui turistas que requerem vistos, incluindo chineses, bem como estudantes internacionais, disse o Governo em comunicado.

A Nova Zelândia começou a reabrir progressivamente as fronteiras em fevereiro, mas inicialmente apenas os cidadãos que regressavam do estrangeiro foram autorizados a entrar no país ao abrigo de um esquema governamental.

A partir de hoje, porém, todos os visitantes são autorizados a entrar, mas apenas na condição de apresentarem um certificado de vacinação ou uma isenção aprovada.

Recomendadas

Parceria na investigação junta Politécnico de Leiria e Força Aérea

IPLeiria, Força Aérea Portuguesa e empresa Prio estudam a utilização de biocombustível produzido a partir de óleos alimentares usados em viaturas e equipamentos da Base Aérea N.º 5.

PRR dá 22 novos cursos ao país e o terceiro de Engenharia Aeroespacial

Concurso de acesso ao ensino superior 2022/23 está no terreno. Candidatos podem escolher entre 1103 licenciaturas e mestrados integrados. Governo mantém prioridade nas tecnologias.

Portugal registou 19.643 novos casos de Covid-19 e 62 mortes na última semana

Entre 2 e 8 de agosto, registou-se uma descida no número de casos positivos por Covid-19 (1.615) e morreram menos seis pessoas quando comparado com a semana anterior, revelou a DGS.
Comentários