Covid-19: Testes gratuitos na Madeira apenas em caso de suspeita de infeção

“A partir do dia 01 de maio de 2022, o protocolo mantém-se ativo apenas com os postos aderentes, associados da Associação Comercial e Industrial do Funchal (ACIF) prestadores deste serviço, nas condições já conhecidas”, lê-se na nota distribuída pela Secretaria Regional da Saúde e Proteção Civil da Madeira.

Os testes de deteção da covid-19 na Madeira vão ser gratuitos apenas para quem tem suspeita de infeção, apresentando temperatura corporal igual ou superior a 38 graus, segundo informou o Governo Regional.

“A partir do dia 01 de maio de 2022, o protocolo mantém-se ativo apenas com os postos aderentes, associados da Associação Comercial e Industrial do Funchal (ACIF) prestadores deste serviço, nas condições já conhecidas”, lê-se na nota distribuída pela Secretaria Regional da Saúde e Proteção Civil da Madeira.

O documento recorda que os testes para deteção do vírus que provoca a covid-19 “estão disponíveis, gratuitamente, aos utentes, residentes e visitantes quando se apresentem com temperatura corporal igual ou superior a 38 graus, independentemente do seu estado vacinal”.

Também abrange as “crianças e jovens até aos l7 anos de idade, independentemente do seu esquema vacinal, ao quinto dia após contacto com um caso positivo, coabitante”.

O governo madeirense destaca a colaboração da Associação Nacional de Farmácias e dos seus associados, em todo este processo de testagem massiva à população da Madeira e “enaltece a sua capacidade de proatividade e de celeridade na adesão à estratégia regional de combate à propagação da covid-19”.

Também aponta que a ANF e os associados vão manter “toda a plataforma de comunicação dos resultados dos testes rápidos de antigénio à Autoridade Regional de Saúde”.

No documento, o executivo insular realça que “desde 2021 até à data foram realizados mais de um milhão e 845 mil testes rápidos de antigénio, gratuitos para o utente, na Região Autónoma da Madeira”.

Recomendadas

CEO da Microsoft destaca plataforma para ajudar a Ucrânia criada por português

Satya Nadella diz que o “Ukraine Live Aid”, para prestar apoio aos refugiados ucranianos, foi um dos trabalhos “significativos” e “muito necessários” que feitos com as Power Pages da Microsoft.

Covid-19. Atual vaga provoca 30 milhões de horas de trabalho perdidas

A atual vaga de infeções pelo SARS-CoV-2, que deve atingir o pico na primeira quinzena de junho, vai provocar cerca de 30 milhões de horas de trabalho perdidas, prevê um relatório do Instituto Superior Técnico sobre a pandemia.

Covid-19. Mortalidade vai aumentar e máscara recomendada quando exista risco de contágio

A mortalidade por Covid-19 deverá aumentar em Portugal nos próximos 30 dias, indica um relatório do Instituto Superior Técnico (IST) sobre a pandemia, que recomenda o uso de máscara sempre que exista risco de contágio.
Comentários