CPI ao Novo Banco: Iniciativa Liberal quer ouvir Mário Centeno, Maria Luís Albuquerque e mais 51 personalidades

Entre as personalidades que os liberais pretendem inquirir está o ministro das Finanças, João Leão, o Governador do Banco de Portugal Portugal, Mário Centeno e a antiga ministra das Finanças, Maria Luís Albuquerque.

Cristina Bernardo

O Iniciativa Liberal (IL) pretende ouvir na Comissão Parlamentar de Inquérito 53 personalidades relativamente à gestão do Novo Banco, de acordo com informação divulgada esta segunda-feira. Os liberais também pediram para aceder a 19 documentos.

Entre as personalidades que os liberais pretendem inquirir está o ministro das Finanças, João Leão, o Governador do Banco de Portugal Portugal, Mário Centeno e a antiga ministra das Finanças, Maria Luís Albuquerque. Outros nomes que constam na lista do Iniciativa Liberal são os de Carlos Costa, ex-Governador do BdP, João da Costa Pinto, antigo presidente do conselho de auditoria do BdP, Vítor Constâncio, antigo vice-presidente do Banco Central Europeu, Ricardo Mourinho Félix, vice-presidente do Banco Europeu de Investimento e António Ramalho, o CEO do Novo Banco.

A IL quer ainda falar com personalidades da Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões, da empresa que assessorou o Novo Banco Altantra, da Deloitte, da KPMG, da CMVM, do BCP, PWC e Santander.

Quanto aos documentos requeridos ao Banco de Portugal, está o relatório da Comissão de Avaliação das Decisões e Atuação do Banco de Portugal na Supervisão do Banco Espírito Santo, o dito relatório Costa Pinto. O IL também pediu a correspondência  trocada entre Banco de Portugal e Novo Banco desde agosto de 2014, bem como a correspondência trocada entre Novo Banco e Fundo de Resolução desde agosto de 2014.

As auditorias internas do Novo Banco desde agosto de 2014, os relatórios das oito inspeções do Banco Central Europeu, os relatórios ICAAP desde 2014 também são documentos a que os Liberais pretendem aceder.

Nesta lista foram igualmente pedidos o balanço de abertura do Novo Banco de agosto de 2014 e respetiva auditoria de suporte ao mesmo, o acordo entre o Estado e a DGComp, os relatórios e Pareceres do Agente de Verificação Oliver Wyman e os relatórios e Pareceres da Comissão de Acompanhamento do Fundo de Resolução.

Relacionadas

Rui Pinto entre as 32 personalidades que o PAN quer ouvir no Parlamento sobre Novo Banco

Além de Rui Pinto, o PAN também pretende inquirir outros nomes conhecidos como Mário Centeno, Carlos Costa, Maria Luís Albuquerque, António Ramalho, Byron Haynes, Luís Máximo dos Santos, e Ricardo Mourinho Félix

Bloco de Esquerda quer ouvir Luís Filipe Vieira e Nuno Vasconcellos na CPI do Novo Banco

Presidente do Benfica e ex-homem-forte da Ongoing serão chamados pelos bloquistas para esclarecer o seu papel nas perdas registadas pela instituição financeira.
Recomendadas

Raimundo reafirma PCP como partido dos trabalhadores e de protesto que não está parado no tempo

Paulo Raimundo falava no final de um almoço/comício da campanha “Faz das injustiças força para lutar! – mais salários e pensões, saúde e habitação”, que reuniu cerca de 300 pessoas no Centro Recreativo e Cultural do Boquilobo, no concelho de Torres Novas, no distrito de Santarém.

Extrema-direita espanhola na rua contra fim de crime de sedição que condenou independentistas

O parlamento espanhol aprovou na quinta-feira, numa primeira votação, uma proposta dos partidos no governo em Espanha (socialistas e extrema-esquerda da Unidas Podemos) de revisão do Código Penal que suprime o delito de sedição, que levou à prisão independentistas catalães.

Carlos Moedas serve mais um jantar à direita ibérica na Câmara

Carlos Moedas recebeu os “jotas” do PSD e do PP espanhol para um jantar servido na sala de arquivo da CML. Os custos foram assumidos pela autarquia, apurou o semanário Novo.
Comentários