CR7 e Pestana marcam golos na hotelaria

Cristiano Ronaldo e Dionísio Pestana são os melhores nas suas áreas e acabam de se tornar oficialmente parceiros em quatro novos hotéis


Notice: Undefined offset: 1 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 2 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 1 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 2 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Será um investimento de 75 milhões de euros numa parceria hoteleira. O que têm de comum os investidores? A Madeira.

Cristiano Ronaldo e Dionísio Pestana são os melhores nas suas áreas e acabam de se tornar oficialmente parceiros em quatro novos hotéis. Dionísio Pestana e Cristiano Ronaldo assumem que a base deste projeto nasce da grande empatia e confiança mútuas. A sociedade é detida em partes iguais, mas cabe ao Pestana Hotel Group a gestão operacional do negócio. O investimento global em quatro novos hotéis será de 75 milhões de euros.

Funchal (Porto de Cruzeiros), Lisboa (Baixa), Madrid (Gran Vía) e Nova Iorque (perto de Times Square) são as localizações eleitas para as quatro unidades. No total, são 400 quartos, localizados em quatro destinos icónicos e de reconhecida sustentabilidade no setor turístico.

A marca CR7 é a principal fonte de inspiração para os quatro hotéis com um conceito boutique e lifestyle. O objectivo é a afirmação destas novas unidades como trendsetters em cada uma das suas localizações.
O primeiro hotel abrirá antes do verão de 2016, no porto do Funchal. Segue-se Lisboa, no terceiro trimestre do mesmo ano. Por fim, Madrid e Nova Iorque têm inauguração prevista para 2017.  Com estas novas aberturas, o Pestana Hotel Group ultrapassa a fasquia das 90 unidades em 16 países, consolidando a sua estratégia de internacionalização.

OJE

Recomendadas

FMI estima que a espiral de salários-preços ainda é um “risco limitado”

A ausência de uma espiral preços-salários não deve levar os líderes a não agirem para combater a inflação persistente, considera ainda o Fundo Monetário Internacional.

Compra de carros de luxo pela TAP “é um problema de bom senso”, diz Marcelo Rebelo de Sousa

“Já falei em relação a várias entidades públicas no passado e em relação à distribuição de dividendos e em relação aos salários e entendo que quando se está num período de dificuldade deve fazer-se um esforço para dar o exemplo de contenção”, defendeu hoje Marcelo Rebelo de Sousa.

Albergaria investe 3,7 milhões de euros na zona industrial para captar investimento e criar emprego

O município “tem realizado um forte investimento no desenvolvimento económico, dinamizando o sector empresarial e a economia local” nos últimos anos, segundo António Loureiro, Presidente da Câmara Municipal de Albergaria-a-Velha.