Criação de um registo de doentes “é particularmente importante nas doenças raras”

Especialistas em doenças raras defenderam esta segunda-feira, no webinar do Jornal Económico, que o sucesso do acompanhamento que é feito em Portugal a esses doentes exige um registo completo e partilhado entre os vários sistemas de saúde.