Os CTT – Correios de Portugal aliaram-se à Prosegur, empresa do setor da segurança privada, para a comercialização de sistemas de alarmes em toda a rede de lojas CTT, “reforçando os serviços de valor acrescentado disponíveis para particulares e empresas”, avançam as empresas.

“A aposta nos serviços de alarmes surge de uma tendência internacional de forte crescimento na aquisição deste tipo de serviços”, refere o comunicado.

Em Portugal, apenas 5% das residências possuem sistemas de alarme, enquanto em outros países europeus e nos Estados Unidos, as taxas de penetração oscilam entre 15% e 20%, constatam.

“A tendência de crescimento observada nos últimos anos aponta claramente para o enorme potencial de expansão deste setor. Muito alavancado numa alteração de paradigma, de uma necessidade de segurança em sentido estrito para uma lógica de acompanhamento do ecossistema doméstico, esta oferta aumenta a tranquilidade e o conforto, de toda a rede familiar”, lê-se no comunicado.

“Fruto da aposta em serviços e ofertas cada vez mais inovadoras, a introdução de tecnologia nestes serviços permite estar em casa através do telemóvel”, acrescenta a nota.

Para o Administrador Executivo dos CTT, João Sousa, “este acordo, insere-se na execução da estratégia de novo posicionamento da rede de retalho dos CTT, mais focada em serviços alinhados com valores e vantagens cada vez mais competitivas para a empresa”.

O sistema de alarme da Prosegur Alarms oferece proteção contra intrusões, tentativas de inibição e sabotagem, e possui um elevado nível de inovação tecnológica. Todos os sistemas estão ligados à Central de Segurança da Prosegur Alarms, que funciona 24 horas por dia, e contam com ligação permanente à polícia.

Já para Carlos Vaqueirinho, diretor geral da Prosegur Alarms, “esta parceria possibilitará aos clientes dos CTT desfrutar de toda a nossa experiência tecnológica e inovação nos campos da segurança residencial e empresarial”.