CTT ganham mais de 2% e Lisboa segue no ‘verde’

À exceção da Greenvolt, todas as cotadas estão em terreno positivo, com destaque para os CTT, que sobem mais de 2%.

A bolsa de Lisboa segue no ‘verde’, a crescer 0,72%, para os 5.956,42 pontos, no meio da sessão desta segunda-feira. Todas as cotadas encontram-se terreno positivo, à exceção da Greenvolt.

A maior subida é dos títulos dos CTT, com uma variação de 2,20%, para 3,48 euros. Seguem-se a Jerónimo Martins, que sobe 1,55% para 20,30 euros. Logo atrás, surgem a REN, com um aumento de 1,38% para 2,575 euros e a EDP Renováveis cresce 1,31% para 20,82 euros.

No ‘vermelho’ surge unicamente a Greenvolt, com uma perda de 0,86%, recuando para 8,04 euros.

Na Europa, a tendência também é positiva, mas de forma menos acentuada. O FTSE 100 (Reino Unido) sobe 0,29%, para os 1.259,5 pontos, o IBEX 35 (Espanha) cresce 0,11%, para os 8.928,18 pontos, o DAX (Alemanha) sobe 0,06%, para os 15.041,44 pontos, e o CAC 40 (França) evolui o,06% para os 8.000,38 pontos.

No entender do Millenium, a tendência positiva está relacionada com a confiança dos investidores na resiliência dos mercados, apesar das recentes subidas das taxas de juro. Uma situação que está relacionada com situações passadas em que o mercado de ações “provou que consegue fazer crescer resultados e valorizar mesmo em ambientes de taxas de juro elevadas”, segundo escreve o analista de mercados Ramiro Loureiro.

Recomendadas

PremiumBancos centrais elevam praças acionistas

As reuniões dos principais bancos centrais criaram otimismo nos mercados financeiros esta semana.

Wall Street fecha no ‘vermelho’ depois de conhecidos dados do emprego

Os Estados Unidos da América criaram 517 mil empregos em janeiro bem acima do projetado.

PremiumNovo embargo à Rússia com impacto no preço do gasóleo na bomba

Um quarto do gasóleo consumido na Europa continua a vir da Rússia, mas a partir de 5 de fevereiro entra em vigor novo embargo. Analistas apontam que preços na bomba estão em risco de sofrer aumentos.
Comentários