Curso de Catástrofe na Madeira forma 167 profissionais

O Secretário Regional de Saúde e Proteção Civil, Pedro Ramos, também acompanhou e participou em alguns dos exercícios de simulação dinamizados nesta edição que foi também um teste à operacionalidade do Plano Regional de Emergência de Proteção Civil da RAM.

De 26 a 28 de setembro, decorreu no Centro de Socorro a Náufragos, Instalações do SANAS, Santa Cruz, o 25.º Curso Medical Response to Major Incidents (MRMI), que permitiu formar e diferenciar na Região Autónoma da Madeira, 167 profissionais de diferentes áreas da saúde, social, proteção civil, forças de segurança, miliares, e jornalistas.

Esta é uma iniciativa do Madeira International Disaster Training Center (MIDTC), em parceria com a Secretaria Regional de Saúde e Proteção Civil, o Serviço de Saúde da RAM e o Serviço Regional de Proteção Civil.

Esta edição do curso, dirigida pelo médico anestesiologista do SESARAM, Luís Vale, decorreu com uma particularidade diferente das edições anteriores, uma vez que  foi possível assegurar a simular e treinar a capacidade de resposta dos profissionais face a um acidente com multivítimas, com base nos recursos existentes nas unidades de saúde existentes na região, permitindo treinar todas as componentes envolvidas em cenários de catástrofe.

O exercício teórico-prático permitiu aos dirigentes e profissionais das diversas áreas treinar e aprofundar as suas responsabilidades, em contexto e condições muito próximas da realidade regional, tendo como referência o Plano Regional de Emergência de Proteção Civil da RAM (PREPCRAM), tirando partido dos recursos existentes e das unidades públicas e privadas da RAM para uma resposta integrada.

O Secretário Regional de Saúde e Proteção Civil, Pedro Ramos, também acompanhou e participou em alguns dos exercícios de simulação dinamizados nesta edição que foi também um teste à operacionalidade do Plano Regional de Emergência de Proteção Civil da RAM.

Nesta edição foram formados 167 profissionais de diferentes áreas da RAM, entre eles bombeiros, técnicos de emergência, médicos, enfermeiros, psicólogos, assistentes sociais, agentes de proteção civil, forças militares (Exército e Força Aérea) e de segurança (PSP, GNR), Polícia Judiciária, gestores, assessores de comunicação, jornalistas, entre outras entidades públicas e privadas da RAM.

A realização deste 25.º Curso foi da responsabilidade de 36 instrutores MRMI, na sua maioria profissionais de saúde do SESARAM e do Serviço Regional de Proteção Civil e contou com o apoio do Board Europeu MRMI, representado pelo médico cirurgião de Israel Itamar Ashkenazi.

Este curso está integrado no segundo bloco de formação das oitavas Jornadas de Trauma e de emergência da Madeira que decorreu entre os dias 26 e 28 de setembro, no Serviço de Saúde da RAM, com várias atividades formativas.

Recomendadas

Funchal: PAN critica “tiques de absolutismo” de PSD e CDS-PP

O partido diz que o Orçamento Municipal do Funchal, que foi aprovado na Assembleia Municipal, permite concluir que estamos perante uma vereação “sem rasgo, sem ideias, conduzida por um presidente de Câmara, Pedro Calado, cuja capacidade de resolução de problemas já é considerada, por um número crescente e cada vez maior de habitantes do Funchal, como uma desilusão”.

Madeira lança campanha para promover literacia na saúde

Entre os temas abordados estarão: a alimentação saudável, a promoção da atividade física, a prevenção de acidentes em diferentes idades e contextos, a saúde mental ao longo da vida, a prevenção de consumos de substâncias psicoativas, a prevenção de consumos de álcool e tabaco, o sono e o repouso recomendados e o uso adequado da medicação.

Asseco PST e LOQR estabelecem parceria para reforçar ligação à lusofonia

Com esta parceria as empresas pretendem auxiliar as instituições financeiras no seu processo de aceleração digital.
Comentários