Custo da mão-de obra sobe 3,6% em Portugal, o dobro da zona euro

Os custos horários da mão-de-obra aumentaram, no terceiro trimestre, 1,5% na zona euro e 1,9% na União Europeia, face ao período entre abril e junho, segundo dados hoje divulgados pelo Eurostat. Em Portugal, o indicador cresceu 3,6%.

Os custos horários da mão-de-obra aumentaram, no terceiro trimestre, 1,5% na zona euro e 1,9% na União Europeia, face ao período entre abril e junho, segundo dados hoje divulgados pelo Eurostat. Em Portugal, o indicador cresceu, no terceiro trimestre, 3,6%.

Segundo o gabinete oficial de estatísticas da UE, a Roménia (14,7%),a República Checa (9,0%), a Bulgária (8,4%), a Letónia (7,7%) e a Lituânia (6,8%) foram os países onde os custos horários da mão-de-obra mais subiram.

A Croácia (-6,5%), Malta (-2,1%) e Itália (-0,5%) foram os países onde o indicador recuou.

Recomendadas

Portugal e Espanha terão de continuar a ter “exceção ibérica” no preço do gás

O primeiro-ministro disse que tem de continuar a haver uma “exceção ibérica” para os preços do gás mesmo que seja criado um novo mecanismo europeu, porque Portugal e Espanha continuam a ser “uma ilha” energética.

Costa contraria ideia de empobrecimento e afirma que Portugal está a crescer mais do que Alemanha, França e Espanha

Dados de Costa surgem dias depois das previsões de Outono da Comissão Europeia, cujas mais recentes previsões indicam que em 2024 a Roménia ultrapassará Portugal no ranking de desenvolvimento económico da UE.

PremiumOCDE deixa quatro recados a Portugal, do PRR ao orçamento

A OCDE está menos otimista do que estava no verão quanto à evolução da economia portuguesa no próximo ano, tendo revisto em baixa a previsão de crescimento do PIB. Aproveitou também para alertar para a importância do PRR e da consolidação orçamental.
Comentários