Custo do trabalho aumenta na Europa, mas cai em Portugal e na Finlândia

Segundo o Eurostat, os dois países registaram as únicas quedas anuais nos custos do trabalho por hora para a economia: em Portugal a quebra foi de 1,1% e na Finlândia de 3%.

Os custos por hora da mão-de-obra aumentaram 1,6% na zona euro e 2,1% nos Estados membros da União Europeia (UE) no terceiro trimestre deste ano, mas caíram em dois países: Portugale  Finlândia.

De acordo com a informação divulgada pelo Eurostat esta terça-feira, os dois países registaram as únicas quedas anuais nos custos do trabalho por hora para a economia: -1,1% e -3%, respetivamente. Segundo o organismo de estatística da União Europeia, os custos por hora da mão-de-obra aumentaram 1,6% na zona euro e 2,1% nos Estados-membros da União Europeia no terceiro trimestre deste ano, em comparação com o período homólogo do ano passado.

Em termos setoriais, no terceiro trimestre do ano, em comparação com os mesmos três meses de 2016, os custos do trabalho por hora na zona euro subiram 1,5% na indústria e 2,1% na construção e serviços .

No segundo trimestre do ano, o Índice de Custo de Trabalho aumentou 1,8% na zona euro e 2,3% na União Europeia. “No terceiro trimestre de 2017, os maiores aumentos anuais (…) foram registados na Roménia (+ 16,5%), na Hungria (+ 12,6%) e na Bulgária (+ 10,7%). Uma queda foi registada na Finlândia (-3,0%) e em Portugal (-1,1%)”, destaca o Eurostat.

Relacionadas

Desemprego em queda: um dos trunfos de Centeno

Foi uma das bandeiras do Governo e os resultados excederam as expetativas. A taxa de desemprego passou para baixo dos 10% e regressou a níveis de 2008. Menos 100 mil pessoas estavam desempregadas em setembro face ao final de 2016. A queda foi mais acentuada na taxa de desemprego dos homens, mas em termos regionais a tendência foi de menor disparidade entre os vários pontos do país.

Portugal tem a quarta menor taxa de ofertas de emprego da União Europeia

No terceiro trimestre deste ano, Portugal registou a quarta menor taxa de ofertas de emprego da União Europeia, de acordo com os dados divulgados esta segunda-feira pelo Eurostat. Abaixo de Portugal apenas se encontra a Grécia, a Bulgária e Espanha. Segundo o organismo de estatística da União Europeia, a taxa de ofertas de emprego na […]
Recomendadas

Lagarde e o ‘whatever it takes’ para controlar a inflação. Ouça o podcast “Mercados em Ação”

No “Mercados em Ação”, podcast do JE, vai poder contar com a análise de especialistas em temas como ações e obrigações; investimento e poupança; BCE e FED; resultados e empresas; análises e gráficos.

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta quarta-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta quarta-feira.

Governo e sector social num impasse para acordo face a exigência de aumentos salariais

O princípio de acordo para o setor social está num impasse porque o reforço de verbas do Governo às instituições pressupõe aumentos salariais de 5,1%, o que levou as instituições a pedir a renegociação e apresentar uma proposta conjunta.
Comentários