Custo do trabalho na Madeira diminuiu 1,4% no primeiro trimestre de 2022

A DREM explica que a razão para esta diminuição homóloga no Índice no Custo de Trabalho (ICT) deveu-se ao acréscimo das horas efetivamente trabalhadas por trabalhador ter sido superior ao aumento do custo médio por trabalhador. Por contraste, a nível nacional, o valor do ICT registou um acréscimo homólogo de 1,1%.

No primeiro trimestre de 2022, o Índice do Custo do Trabalho (ICT), ajustado de dias úteis, na Região Autónoma da Madeira (RAM) diminuiu 1,4% em relação ao primeiro trimestre de 2021, anunciou a Direção Regional de Estatística da Madeira (DREM).

“Os custos salariais incluem o salário base, prémios e subsídios regulares, prémios e subsídios irregulares (subsídio de férias; subsídio de Natal; prémios de fim do ano/distribuição de lucros; outros prémios e subsídios pagos com caráter irregular), pagamento por trabalho extraordinário e pagamento em géneros”, explica a entidade regional.

Quanto a outros custos (não salariais, também por hora efetivamente trabalhada), estes registaram um decréscimo homólogo de 1,3%. Estes incluem indemnizações por despedimento, encargos legais a cargo da entidade patronal (contribuição patronal para a Segurança Social; seguro de acidentes de trabalho e doenças profissionais), encargos convencionais, contratuais e facultativos (prestação complementar de reforma/invalidez; seguro de saúde; seguro de vida/acidentes pessoais; prestações sociais pagas diretamente ao/à trabalhador/a em caso de ausência por doença).

A DREM explica que a razão para esta diminuição no ICT deveu-se ao acréscimo das horas efetivamente trabalhadas por trabalhador ter sido superior ao aumento do custo médio por trabalhador. “De notar que no primeiro trimestre de 2021 houve ainda algum condicionamento da atividade económica no contexto da pandemia, que afetou, por exemplo, a atividade turística, com o número de dormidas no referido período a quebrar 81,8% em termos homólogos”, relembra a autoridade regional.

Por contraste, a nível nacional, o valor do ICT registou um acréscimo homólogo de 1,1%: mais 0,4% na componente dos custos salariais e mais 3,8% nos outros custos. Neste caso, estes valores resultam do facto de o acréscimo das horas efetivamente trabalhadas por trabalhador ter sido inferior que o crescimento do custo médio por trabalhador.

Recomendadas

Madeira: Festival na Ponta do Sol recebe Tiago Bettencourt este sábado

Com atuação marcada para as 23h00 este sábado, dia 28 de maio, o cantor e compositor português e vocalista da antiga banda Toranja, Tiago Bettencourt, tem como temas mais conhecidos a rendição de ‘Canção do Engate, original de António Variações, e ‘Morena’. O seu mais recente álbum, ‘Rumo ao Eclipse’, foi lançado em 2020.

OE2022: Deputados do PSD-Madeira contrariam partido e abstêm-se de voto

Os deputados do PSD/Madeira justificaram hoje a sua abstenção na votação do Orçamento de Estado de 2022, aprovado hoje pela maioria parlamentar, por esperarem “boas concretizações” dos assuntos pendentes com a República e um melhor relacionamento institucional.

Governo dos Açores rejeita novas medidas para controlar pandemia de covid-19

 “Perante a inexistência de óbitos, perante a redução de casos em termos de internamentos em cuidados intensivos, não se afigura necessário tomar outras medidas. Se for necessário, tomaremos. Nesta fase, não”, afirmou.
Comentários