Dá-se 100 mil euros por informações sobre o suspeito do atentado na Alemanha

Jovem tunisino de 24 anos estava sinalizado como perigoso nas bases de dados das autoridades alemãs.

Hannibal Hanschke/Reuters

O ministério público alemão oferece uma recompensa de 100 mil euros por informações úteis que auxiliem as autoridades na captura do suspeito do atentado terrorista num Mercado de Natal em Berlim.

Anis Amri é o nome do suspeito tunisino, cujo documento de identificação — um certificado alemão que permite a permanência de um estrangeiro no país por não te conseguido obter asilo —, apareceu na cabine do camião utilizado no atentado.

De acordo com o jornal “Süddeutsche Zeitung” e as estações radiofónicas NDR e WDR, o suspeito está sinalizado como perigoso nas bases de dados das forças de segurança, tendo as autoridades alemãs informado hoje que o suspeito de 24 anos já estava a ser investigado por um possível envolvimento num crime grave contra a segurança do Estado.

Recomendadas

Portugal sobe duas posições no Ranking Mundial de Talento e é agora o 24.º mais competitivo

Portugal melhora sobretudo na Investigação & Desenvolvimento e na Preparação. O podium mundial é liderado pela Suíça, Suécia e Islândia, as três economias mais competitivas em talento a nível mundial entre os 63 países analisados pela escola de negócios IMD.

António Costa: Ambiente+Simples ajuda investimento nas renováveis

O primeiro-ministro afirmou que a desburocratização e a digitalização da administração pública é fundamental para reduzir custos e facilitar o investimento nas renováveis.

Presidente do Peru detido após ser destituído e acusado de golpe de Estado

Pedro Castillo foi detido e está na sede da polícia de Lima, depois de ter sido destituído pelo Congresso, acusado de tentar executar um golpe de Estado ao anunciar a sua dissolução.
Comentários