O essencial do debate quinzenal: Greve dos enfermeiros, Lei de Bases da Saúde e salário mínimo

Cirurgias adiadas serão “programadas e executadas” no primeiro trimestre de 2019, a greve dos enfermeiros “não é aceitável”, a nova Lei de Bases da Saúde será aprovada amanhã e o salário mínimo será de 600 euros no próximo ano.

Questionado por Assunção Cristas, líder do CDS-PP, sobre quanto tempo é que vai demorar até à realização das cirurgias adiadas por causa das greves no setor da Saúde, o primeiro-ministro António Costa respondeu da seguinte forma: “Com os dados de hoje e sem mais cirurgias, no primeiro trimestre do próximo ano estão em condições de serem programadas e executadas“.

Em resposta ao líder da bancada parlamentar do PSD, Fernando Negrão, o qual insistiu no tema das greves no setor da Saúde, o primeiro-ministro considerou que a greve dos enfermeiros nos blocos operatórios “não é aceitável“. Mais à frente no debate, Costa reforçou a ideia: “Quando um bastonário diz que, com a greve, pode haver morte de doentes, a operação não pode ser adiada porque ninguém pode morrer porque há o exercício do direito à greve”.

A líder do BE, Catarina Martins, quis saber quando é que será apresentada a proposta da nova Lei de Bases da Saúde. Ao que o primeiro-ministro respondeu que será aprovada na quinta-feira, dia 13 de dezembro, em reunião do Conselho de Ministros. E entre sexta e segunda-feira seguirá para o Parlamento.

O secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, voltou a desafiar o primeiro-ministro no sentido de aumentar o salário mínimo até aos 650 euros, em vez dos 600 euros anunciados para 2019. “Ainda vai a tempo“, sublinhou, pedindo também “um aumento geral de todos os salários” na função pública. Mas Costa mantém-se firme na recusa, confirmando o valor de 600 euros em 2019, tal como estava previsto no início da legislatura.

Recomendadas

Guerra entre a Rússia e a Ucrânia entra numa nova fase. Ouça o podcast “A Arte da Guerra”

Estará a guerra entre a Rússia e a Ucrânia a entrar numa nova fase? Até que ponto irá Joe Biden tolerar a presença da extrema-direita no novo Governo de Israel e como se irá arrastar o tabu presidencial do líder dos democratas norte-americanos? Ouça a análise do embaixador Francisco Seixas da Costa no podcast “A Arte da Guerra”.

“A Arte da Guerra”. “Petróleo? Países ocidentais não querem que a Rússia deixe de produzir e exportar”

Na última edição do programa da plataforma multimédia JE TV, Francisco Seixas da Costa sublinhou que os países ocidentais não estão interessados em que a Rússia deixe de produzir e exportar petróleo até porque essa situação pode levar a um agravamento ainda maior dos preços internacionais tanto do petróleo como do gás.

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta sexta-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta sexta-feira.
Comentários