De Celorico para Belém. Marcelo já é candidato

Acabou-se o tabu! Marcelo Rebelo de Sousa, de 66 anos, anunciou a sua candidatura na Biblioteca Municipal de Celorico de Basto, no distrito de Braga. Chegou sozinho esta tarde a Celorico de Basto e não houve palmas no final da intervenção mas o anúncio do agora ex-comentador marca em definitivo a campanha eleitoral para a […]

Acabou-se o tabu! Marcelo Rebelo de Sousa, de 66 anos, anunciou a sua candidatura na Biblioteca Municipal de Celorico de Basto, no distrito de Braga. Chegou sozinho esta tarde a Celorico de Basto e não houve palmas no final da intervenção mas o anúncio do agora ex-comentador marca em definitivo a campanha eleitoral para a as eleições presidenciais de 2016.

“Cumprirei o meu dever moral de pagar a Portugal o que Portugal me deu. Serei candidato à Presidência da República de Portugal”, afirmou, dizendo que de outro modo “sentiria o remorso de ter falhado por omissão”.

“Tenho projetos para as três áreas da minha vida profissionais, deixar qualquer delas é deixar a segurança da minha vida privada”, começou por frisar e acrescentou que não precisa de “popularidade ou de promoções”.

O filiado número três e antigo líder do Partido Social Democrata recordou, talvez a pensar no momento político atual, que viabilizou três orçamentos do Estado “a pensar no interesse nacional”, permitindo que um governo minoritário (a primeira legislatura de António Guterres) governasse durante quatro anos.

“Não há desenvolvimento nem justiça com governos a durarem 6 meses ou um ano, com ingovernabilidade crónica e sem um horizonte que permita perceber aquilo com o que podem contar”, afirmou Marcelo.

António Costa reconhece “candidato forte”

O secretário-geral do PS reconheceu que Marcelo Rebelo de Sousa é um “candidato forte” às presidenciais de 2016, mas mostrou confiança na passagem à segunda volta de um candidato da área socialista para o sufrágio de janeiro.

“O professor Marcelo Rebelo de Sousa será certamente sempre um candidato forte”, admitiu António Costa, que falava aos jornalistas no final de uma reunião entre uma delegação do PS e uma outra do partido ecologista “Os Verdes”.

TVI despede-se do professor este domingo

Marcelo Rebelo de Sousa deixa o espaço semanal de comentário na TVI com a candidatura às presidenciais, mas marcará presença na estação de Queluz no próximo domingo para uma festa de despedida, disse à Lusa fonte oficial.

“O professor vem cá esta semana, mas não como comentador”, disse a mesma fonte.

A festa de despedida do comentador político da TVI contará com a presença de todos os apresentadores com quem trabalhou, incluindo os que saíram da estação de Queluz: Ana Sofia Vinhas, José Carlos Castro e Júlio Magalhães.

Professor catedrático, Marcelo Rebelo de Sousa liderou o PSD entre 1996 e 1999 e entra na corrida a Belém aos 66 anos.

Marcelo Rebelo de Sousa nasceu em Lisboa a 12 de dezembro de 1948 e tem dois filhos e cinco netos.

OJE

Recomendadas

Lagarde avisa que taxas de juro vão continuar a subir

Dados da inflação na zona euro em novembro vão ser conhecidos esta semana. BCE reúne-se em meados de dezembro.

Cáritas já recebe pedidos de quem não consegue pagar empréstimo da casa

“O pânico foi imediato. O receio das pessoas, a angústia com que se aproximavam de nós a dizer ‘ai, se eu perco a minha casa’. É que nós tivemos uma crise em que houve muita gente a perder a casa; é recente ainda, está na memória das pessoas – 2008”, afirmou Rita Valadas.

Expectativas de exportação na Alemanha aumentam em novembro, diz Ifo

Depois de uma queda no mês anterior, a indústria automóvel volta a ter expectativa de crescimento nas exportações.