Decretado alerta máximo de poluição em Pequim

As previsões apontam que os níveis mais altos de poluição se registem ao longo deste fim-de-semana.

A capital chinesa emitiu esta quinta-feira o primeiro alerta vermelho deste ano devido ao espesso manto de poluição que deve cobrir a cidade durante os próximos cinco dias.

O alerta vermelho (o mais alto de um sistema de quatro cores), que se deve alargar a mais 22 cidades no norte da China, está a obrigar a restrições no trânsito. Os carros deverão circular em dias alternados, conforme o número da matrícula.

Também fábricas e estaleiros mais poluentes devem permanecer fechados durante os próximos dias. O Governo pede ainda que os infantários e escolas de ensino básico e médio suspendam as aulas, para evitar a exposição prolongada à poluição. Às empresas foi pedido que adotem “um horário de trabalho mais flexível”.

Segundo o ministério chinês da Proteção Ambiental, o manto de poluição deverá estender-se até Henan, no centro do país (a cerca de setecentos quilómetros da capital), e às províncias de Shanxi, no noroeste, e Shandong, no nordeste.

O Governo chinês prevê esta seja a maior vaga de poluição atmosférica na região este ano. O pico dos níveis de poluição deve registar-se durante o fim-de-semana.

Recomendadas

Brasil gerou dois milhões de empregos no ano passado, menos do que em 2021

O Brasil, a maior economia da América Latina, gerou 2.037.982 empregos formais em 2022, 26,6% menos do que os criados em 2021, disse esta terça-feira o governo.

Turquia diz que é “atualmente impossível” a entrada da Suécia na NATO

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Turquia referiu que neste momento o seu país não pode aceitar a adesão da Suécia à NATO. E não deu qualquer indicação de que Ancara tenha em vista voltar à mesa das negociações.

Tribunal espanhol determina que UEFA fica impedida de evitar Superliga

Competição que iria reunir algumas das melhores equipas do futebol europeu e mundial fica mais perto de se poder realizar. A UEFA terá feito uso da “posição de poder” para tentar impedir a realização da prova.
Comentários