Defesa pede libertação imediata de José Sócrates

A defesa de José Sócrates entregou um requerimento no Tribunal Central de Instrução Criminal (TCIC), em Lisboa, a solicitar a libertação imediata do ex-primeiro-ministro. Pedro Dellile acrescentou que a defesa entregou, a meio da tarde, no TCIC, um requerimento a pedir ao juiz Carlos Alexandre e ao procurador-adjunto do Departamento Central de Investigação e Ação […]

A defesa de José Sócrates entregou um requerimento no Tribunal Central de Instrução Criminal (TCIC), em Lisboa, a solicitar a libertação imediata do ex-primeiro-ministro.

Pedro Dellile acrescentou que a defesa entregou, a meio da tarde, no TCIC, um requerimento a pedir ao juiz Carlos Alexandre e ao procurador-adjunto do Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP) Rosário Teixeira o acesso imediato aos autos da investigação na “Operação Marquês” e o pedido de revogação da medida de coação aplicada ao ex-primeiro-ministro.

José Sócrates encontra-se em prisão domiciliária sob vigilância policial desde 4 de setembro.

Na sequência da decisão da Relação de Lisboa, “entendemos que José Sócrates deve ser libertado de imediato, assim como devemos ter, de imediato, acesso aos autos, precisou Pedro Dellile.

OJE

Recomendadas

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta quarta-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta quarta-feira.

Mais de 1,1 mil milhões do PT 2020 mobilizados para a inclusão social e combate à pobreza no Norte do país

A Estratégia Europa 2020 assumida por Portugal visava atingir uma taxa de emprego de 75% e a redução de, pelo menos, 200 mil pessoas em situação de risco de pobreza ou exclusão social, metas que foram alcançadas.

Açores vão receber mais 80 milhões do PRR

O Governo dos Açores anunciou hoje que a região vai receber 80 milhões de euros adicionais ao Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) e avançou que 90 milhões daquele plano já se encontram nos “destinatários finais”.