Delta Airlines retoma rotas de Lisboa para Nova Iorque e Boston

A companhia aérea norte-americana vai proporcionar uma oferta de até 14 voos semanais diretos para os Estados Unidos a partir do aeroporto de Lisboa.

A Delta Airlines anunciou hoje, dia 28 de fevereiro, que vai retomar as rotas de Lisboa para Nova Iorque-JFK e para Boston.

Desta forma, a companhia aérea norte-americana vai proporcionar uma oferta de até 14 voos semanais diretos para os Estados Unidos a partir do aeroporto de Lisboa.

“À medida que a procura dos clientes por viagens recupera, a Delta reinicia hoje, 28 de fevereiro, o seu serviço direto entre Lisboa e Nova Iorque-JFK. Este serviço vai funcionar cinco vezes por semana antes de aumentar para uma operação diária em abril – sendo, a partir de 2 de junho próximo, complementado com um voo sazonal diário direto de/para Boston. Ambos os serviços oferecem aos clientes mais opções de destinos nos EUA, graças a conexões convenientes através dos ‘hubs’ da Delta em Nova Iorque-JFK e Boston”, destaca um comunicado da Delta Airlines.

O mesmo documento assinala que, “no total, a Delta vai oferecer 14 voos semanais entre Portugal e os EUA este verão, oferecendo 430 lugares por semana no pico da estação, incluindo 50 lugares diários na Delta One”.

“À medida que as restrições Covid vão sendo levantadas, antecipamos taxas de ocupação recorde entre Portugal e os EUA este verão, numa altura em que os clientes começam novamente a explorar o mundo”, afirmou Nicolas Ferri, vice-presidente da Delta para a Europa, Médio Oriente, África e Índia (EMEAI).

O responsável adianta que, “com duas rotas e novos produtos e experiências a bordo, a Delta está a oferecer algo a todos os clientes que voam de/para Portugal, e estamos ansiosos por contribuir para a contínua recuperação do sector do turismo do país este verão”.

Francisco Pita, chief commercial officer da ANA – Vinci Airports, salientou que “o regresso de uma das maiores companhias aéreas norte-americanas a Lisboa é um sinal importante da retoma gradual do tráfego aéreo”.

“Depois de quase dois anos de ausência, exceto por um breve período o Verão passado, este regresso, muito aguardado, permitirá a recuperação da conectividade do aeroporto de Lisboa com o mercado norte-americano, reforçando a importância que o destino Portugal tem vindo a assumir neste mercado”, defende o responsável, concluindo que “esta conquista vem recompensar os nossos esforços, apoiados pela Vinci Airports, para reconstruir a conectividade permitindo que as viagens, o turismo e a economia possam ser retomados”.

Os voos ao longo de todo o ano da Delta para Nova Iorque-JFK e o serviço de verão de/para Boston vão ser operados em aviões Boeing 767-300, em conjunto com os parceiros da ‘joint venture‘ transatlântica da Delta, Air France, KLM e Virgin Atlantic.

Para Nova Iorque, os voos da Delta Airlines vão partir às 10 horas, com chegada à cidade norte-americana às 13h20m (hora local). As partidas de Nova Iorque para Lisboa decorrerão às 20h30m (hora local), com chegada ao Humberto Delgado às 05h15m do dia seguinte.

Para Boston, os voos partirão de Lisboa às 12h45m, com chegada prevista para 15h45m (hora local). As partidas de Boston decorrerão às 23h25m com chegada agendada a Lisboa pelas 10h50m do dia seguinte.

 

Recomendadas

Mutualista faz operação harmónio de 115 milhões na Lusitânia

A Associação Mutualista Montepio fez uma operação harmónio – redução de capital seguida se um aumento de capital – de 115 milhões de euros na  Companhia de Seguros Lusitânia para limpar prejuízos.

PremiumCFO da TAP: “Não decidi nem ajudei a decidir” acordo com Alexandra Reis

Gonçalo Pires diz que não esteve envolvido, nem soube, do acordo celebrado com a administradora até à confirmação oficial.

Governo do Reino Unido premeia 27 empresas portuguesas e britânicas

Organizados pelo Department for Business and Trade (DBT) em Portugal, os UK-Portugal Business Awards celebram e reconhecem publicamente o esforço das empresas portuguesas que investiram no Reino Unido e o sucesso das empresas britânicas em Portugal, ao longo do último ano. 
Comentários