Delta lidera o ranking das marcas com maior relevância e reputação em 2022

A marca Delta lidera o ranking com 83,8 pontos e o Mercadona foi a marca que mais cresceu em 2022, com mais de 13,9 pontos. Já a marca Cofidis registou a pontuação mais baixa do ranking, 53,6 pontos.

10 – Delta

A consultora OnStrategy divulgou os resultados de um estudo sobre a Relevância e Reputação Emocional das marcas com os cidadãos portugueses, realizado durante os doze meses de 2022. O estudo avalia os atributos associados à notoriedade, relevância, consideração, confiança, admiração, preferência e recomendação das marcas.

O estudo auditou mais de duas mil marcas e contou com a opinião de mais de 50 mil cidadãos, que refletem a sociedade em termos de distribuição geográfica, género, idade, grau de formação e classe social. De todas as marcas estudadas, a Delta registou a melhor avaliação, 83,8 pontos e o Mercadona assinalou o maior crescimento com mais 13,9 pontos.

Segundo Pedro Tavares, Managing  partner da OnStrategy, este ano “verifica-se que as marcas voltaram a estar bastante ativas e de uma forma consciente e positiva e voltam a ser registadas mais de 10 marcas com uma avaliação de excelência (mais precisamente 12 este ano), algo que não ocorria desde 2018”.

A marca Olá, também foi considera uma marca excelente com 82,5 pontos, seguida pela Nestlé com 82,3 pontos. Microsoft registou uma pontuação de 81,2, alcançando também a categoria de marca de excelência. De todas as marcas analisadas a Cofidis foi a que registou uma pontuação mais baixa, de 53,6 pontos, ficando assim na categoria de marcas vulneráveis. O Presidente Marcelo também foi auditado pelos cidadãos e obteve 68,3 pontos, encontrando-se na categoria de moderado.

Recomendadas

Premium“Vamos continuar a trabalhar as duas marcas em separado”

Neves e Almeida e CEGOC vão trabalhar em autonomia e com equipas de gestão próprias, mantendo a identidade de cada marca.

Moçambique/Ataques: TotalEnergies pede avaliação a especialista humanitário

A petrolífera quer saber se há condições para retomar o projeto de exploração de gás que estava a construir na região.

CP alerta para perturbações na circulação entre 8 e 17 de fevereiro devido a greves

A empresa indicou também que a informação será atualização, caso venham a ser definidos serviços mínimos pelo Tribunal Arbitral.
Comentários