Desastre na Colômbia: tripulante conta como sobreviveu à queda do avião

Erwin Tumiri, tripulante da companhia aérea venezuelana LaMia, foi um dos últimos sobreviventes a ser encontrado.

Fotografia: Twitter 360 Radio Colombia

O comissário de bordo Erwin Tumiri, um dos seis sobreviventes da queda do avião na Colômbia, explicou como se salvou do desastre que vitimou 71 pessoas. O tripulante adotou os procedimentos do protocolo de segurança, permanecendo em posição fetal com uma mala entre as pernas, de forma a minimizar o impacto da queda.

“Sobrevivi porque segui todos os protocolos de segurança”, contou o tripulante, em entrevista à publicação boliviana “La Razón”. Segundo Erwin Tumiri, “com a situação de pânico, muitos se levantaram dos assentos e começaram a gritar.”

Erwin Tumiri, que se encontra internado numa clínica em Rionegro, foi um dos últimos sobreviventes a ser encontrado entre os escombros.

Entre a lista de sobreviventes encontra-se outro membro da tripulação da companhia LaMia. Ximena Suárez, de 28 anos, já falou com as autoridades e, tal como Erwin, descreveu os momentos vividos antes do desastre. “O avião desligou-se por completo e teve uma forte descida, seguida de um grande impacto”, contou a assistente de bordo, que sofreu ferimentos numa perna.

Sobreviveram ainda à tragédia os atletas Alan Ruschel, Jackson Follmann e Neto, bem como o jornalista Rafael Henzel.

Relacionadas

Queda de avião na Colômbia: Milhares prestam homenagem às vítimas

Apenas seis pessoas entre 77 passageiros e tripulantes sobreviveram.

Queda de avião na Colômbia: 76 mortos

A bordo iam 72 pessoas, incluindo a equipa de futebol Chapecoense. Há registo de seis sobreviventes e a final da Taça Sul-Americana já foi suspensa.
Recomendadas

PCP defende aumento do salário mínimo nacional para 850 euros em janeiro

O secretário-geral do PCP acusou o Governo de querer “retomar todos os caminhos da política de direita, fazer comprimir ainda mais os salários, facilitar a exploração, abrir espaço para os negócios privados na saúde e na educação, condicionando ou justificando as suas opções com as orientações e imposições da União Europeia e do euro”.

Irão: Impacto das sanções dos EUA prejudica cooperação com Portugal

Mortza Damanpak Jami destaca que as relações comerciais podem sair afetadas, mas as culturais têm-se desenvolvido, com “muitas oportunidades e muitos programas ligados à cultura”.

Respostas Rápidas: como deve investir a pensar na reforma?

Com uma estrutura demográfica cada vez mais envelhecida, as dúvidas em torno da sustentabilidade da Segurança Social no médio-prazo reforçam o papel da poupança privada no rendimento dos portugueses em reforma, pelo que importa compreender os vários instrumentos financeiros ao seu dispor.
Comentários