Descobrir o Japão no Museu do Oriente

O Museu do Oriente dá a conhecer o ‘País do Sol Nascente’ com um conjunto de workshops dedicados ao Japão, à sua história, cultura e tradições, orientados por Yuko Kase, docente do curso da Língua Japonesa, na Universidade Católica. Têm lugar a partir de hoje e até 24 de Maio.

O Museu do Oriente dá a conhecer o ‘País do Sol Nascente’ com um conjunto de workshops dedicados ao Japão, à sua história, cultura e tradições, que se realizam de 26 de Abril a 24 de maio.

Enquanto código de comunicação, uma língua é influenciada por contextos, moldada pela cultura, adaptada no uso quotidiano. Para além das definições dos dicionários, é preciso ler nas entrelinhas os outros níveis de significado das palavras.

Em quatro sessões, pretende-se dar a conhecer os aspetos culturais e sociais da língua japonesa, através de uma análise aos vários tipos de escrita (kanji, kana: katakana, hiragana), aos gestos e à linguagem das gerações mais novas, muito influenciada pela cultura popular.

Os workshops são orientados por Yuko Kase, docente do curso da Língua Japonesa, na Universidade Católica – FCH, Instituto de Estudos Orientais, onde ensina língua e cultura japonesas.

Workshops Kon’nichiwa Nihon! (Descobrir o Japão)

26 Abril, 3, 17 e 24 maio

Horário: Das 14 às 16 horas

Público-alvo: M/ 16 anos

Preço: 25 euros pelo workshop 1; 45 euros pelo workshop 2; 65 euros pelo workshops três e 90 euros pelo workshop quatro.

Programa

Workshop 1: Introdução – O Japão | Diferenças e semelhanças

Workshop 2 : As escritas (kanji, kana: katakana, hiragana). Linguagem feminina e masculina, dialetos e outras manifestações específicas.

Workshop 3: Gestos que comunicam. Palavras-chaves na sociedade japonesa

Workshop 4:  Linguagem das gerações novas (SNS, BD, anime ou filmes); Cultura de abreviação

Recomendadas

PremiumFim do protocolo com a Coleção Berardo não é prejudicial à banca

A denúncia do contrato, anunciada pelo Ministério da Cultura, vai entrar em vigor em janeiro de 2023. Mas, segundo apurou o JE, a banca considera que esta decisão do Governo não lhe é prejudicial.

Livro: “O Odor da Índia”

Em 1961, Pier Paolo Pasolini visita a Índia. Não está só. Acompanha Alberto Moravia e a sua mulher, a também escritora Elsa Morante. Deixou-se arrebatar pelas emoções intensas que viveu neste país marcadamente sensorial e plasmou tudo neste diário de viagem.

Deixe-se encantar pela Terceira, a ilha lilás

O que torna a Terceira tão especial é o magnífico contraste entre a beleza natural desta ilha vulcânica e a arquitetura do centro histórico de Angra do Heroísmo. Se está a pensar visitá-la, saiba que o Terceira Mar Hotel tem, no dia 29, uma campanha promocional, por ocasião do seu 19º aniversário.
Comentários