Desemprego desce para 6,6% na zona euro e 6,0% na UE em setembro (com áudio)

Entre os jovens (abaixo dos 25 anos), as taxas de desemprego são bastante superiores. Em setembro, 14,6% estavam desempregados, tanto na zona euro como na UE, de acordo com as estimativas do Eurostat.

Reavalie atitudes e comportamentos

O desemprego na zona euro foi medido em 6,6% em setembro de 2022 (6,7% em agosto), o que representa uma descida face a setembro do ano passado, quando ficou registado 7,3%. Na União Europeia (UE), o desemprego era de 6,0% em setembro (igual em agosto), tendo baixado dos 6,7% no mesmo mês do ano anterior, de acordo com as estimativas do Eurostat.

Em setembro havia 12,960 milhões de pessoas sem emprego na UE, das quais 10,988 milhões residem na zona euro. Em comparação com o mês homólogo, observou-se um decréscimo de 1,304 milhões na União e de 1,071 milhões na zona euro.

Entre os jovens (abaixo dos 25 anos), porém, as taxas de desemprego são bastante superiores. Em setembro, 14,6% estavam desempregados, tanto na zona euro como na UE. Significa isto que eram 2,747 milhões de desempregados na União e 2,241 milhões na zona euro. Um crescimento face aos registos de 14,3% e 14,4%, respetivamente, do mês anterior, quando eram menos 48 mil os desempregados na UE e menos 25 mil os desempregados na zona euro.

Em comparação com setembro de 2021, são menos 79 mil jovens desempregados na UE e menos 50 mil na zona euro.

Em Portugal, o desemprego chegou aos 6,1% (6,0% em agosto), uma redução face aos 6,3% observados em setembro de 2021. Eram, portanto, 319 mil desempregados.

Entre os jovens portugueses, verificou-se um desemprego na ordem de 17,9% (18,7% em agosto), uma descida em comparação com o mês homólogo, quando a taxa ascendia a 22,7%. Significa isto que o Eurostat estimava 63 mil jovens portugueses no desemprego, em setembro de 2022.

Recomendadas

PremiumOCDE deixa quatro recados a Portugal, do PRR ao orçamento

A OCDE está menos otimista do que estava no verão quanto à evolução da economia portuguesa no próximo ano, tendo revisto em baixa a previsão de crescimento do PIB. Aproveitou também para alertar para a importância do PRR e da consolidação orçamental.

OE2022: Segurança Social regista excedente de 3.358 milhões de euros até outubro

A receita da Segurança Social aumentou em 9,1% e atingiu os 28.387,7 milhões de euros até outubro, enquanto a despesa caiu 0,5% para 25.030,1 milhões de euros, de acordo com a síntese divulgada hoje pela Direção-Geral do Orçamento (DGO).

PremiumBCE e Fed avaliam peso da subida de juros e ritmo pode abrandar nas próximas reuniões

As atas das mais recentes reuniões de política monetária na zona euro e EUA mostram uma preocupação de ambos os bancos centrais com o abrandamento da economia, dando esperanças de subidas menos expressivas dos juros nos próximos meses, embora os sinais neste sentido sejam mais fortes do outro lado do Atlântico.
Comentários