Desenvolvimento e reabilitação de edifícios de escritórios são a melhor opção de investimento imobiliário europeu

Estudo realizado pela consultora imobiliária internacional Savills revela que estes segmentos continuam a “oferecer” oportunidades de investimento interessantes, quer para investidores com um perfil core, como investidores com um perfil value-add.

O desenvolvimento de projetos de raiz e/ou reabilitação de edifícios de escritórios já existentes são as melhores oportunidades de investimento no setor imobiliário a nível europeu. Os dados são revelados por um estudo da consultora imobiliária internacional Savills, divulgado esta segunda-feira.

De acordo com a consultora estes segmentos continuam a “oferecer” oportunidades de investimento interessantes, quer para investidores com um perfil core, como investidores com um perfil value-add. O estudo indica que as verbas de capital investido no mercado imobiliário mantém-se significativas, com o spread entre o rendimento médio das obrigações do tesouro a 10 anos e a prime yield do segmento de escritórios a ser de 248 pontos base (pb) (segundo trimestre de 2018), comparando com os 180 pb verificados em 2008 e com a média de 237 pb dos últimos 10 anos.

Marcus Lemli, European Investment diretor da Savills refere que “a Europa continua a ser uma proposta de investimento atrativa para os investidores, apoiada por uma economia em expansão, baixo desemprego e uma procura de ocupação saudável para fins de construção tradicional e alternativos”.

O diretor da consultora espera por isso e com base nos números preliminares dos primeiros três trimestres do ano fiscal de 2018, que “a Irlanda, Polónia, Portugal e Grécia se destaquem, mostrando grandes aumentos anuais de aproximadamente 80%”.

Recomendadas

Valor da renda média desceu 15,4% em setembro. Primeira quebra desde janeiro

Valor baixou dos 1.412 euros para os 1.194 euros. No entanto, e face ao mesmo mês de 2021, o valor das rendas apresentou um aumento de 18,7%.

Portugueses compraram mais de metade dos apartamentos de projeto no Parque das Nações

Com um investimento de 30 milhões de euros, o ‘O’Living’ conta com 86 apartamentos, sendo que 44 já foram vendidos na sua maioria a famílias portuguesas.

Gestora de propriedades britânica investe 25 milhões na reabilitação do Lagoas Park

Henderson Park Capital tinha adquirido o edifício em 2020 e pretende modernizar durante os próximos quatro anos um espaço que alberga perto de 90 empresas.
Comentários