Dezembro de Wall Street é o pior em 14 meses

Wall Street derrapou para mínimos de 14 meses com os investidores a ordenarem ordens de venda com as notícias sobre a subida das taxas de juro, que deverá ser anunciada esta quarta-feira. Petróleo em queda livre.

Crash de 25% em Wall Street

A bolsa de Nova Iorque fechou esta segunda-feira em queda de mais de 2%.

O Dow Jones caiu 2,11% para 23.592,98 pontos. O Nasdaq tombou 2,27% para 6.753,73 pontos. O S&P 500 desvalorizou 2,04% para 2.546,8 pontos.

A pesar no sentimento dos investidores está a possível subida das taxas de juro que poderá ser anunciada esta quarta-feira pelo presidente da Fed, Jerôme Powell, quando anunciar a política monetária norte-americana , que poderá ser mais restritiva. Os investidores optaram assim por dar ordens de venda dos títulos que detinham.

O mercado antecipa que a Fed aumente saber taxas de juro em 25 pontos base de 2,25% para 2,5%.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, criticou os planos da Fed por está considerar outra subida do preço da dívida norte-americana, argumentando com uma inflação virtualmente não existente e um arrefecimento da economia chinesa.

Os setores que tradicionalmente têm “yields” altas e que por isso se assemelham ao mercado obrigacionista alastraram, o sell-off ao resto do mercado. Foi o caso dos setores do imobiliário e utilities.

No setor financeiro destaque para a abertura de um processo judicial pela Malásia contra o Goldman Sachs no âmbito do caso do 1MDB, fundo soberano daquele país.

O setor energético também exacerbou as quedas de Wall Street segundo a Reuters, tendo também derrapado 2%, depois da queda do preço do petróleo norte-americano que tocou nos mínimos dos últimos 14 meses, devido ao excedente da oferta da commodity naquele mercados.

O WTI tombou 4,04% para 49,13 dólares, abaixo dos 50 dólares.

Por sua vez o Brent, referência na Europa, também está a negociar abaixo dos 60 dólares, depois de ter caído 2,54%, para 58,75 dólares.

 

Recomendadas

Wall Street termina dia com Nasdaq a perder mais de 1,90%

Assim, ao final do dia em Wall Street, o Dow Jones perde 1,40% para 33.947,10 pontos, o S&P 500 cede 1,79% para 3.998,70 pontos e o tecnológico Nasdaq cai 1,93% para 11.239,94 pontos. 

Euro recua após ter negociado perto de 1,06 dólares

O euro aproximou-se hoje de 1,06 dólares, mas baixou após a divulgação de dados da economia norte-americana melhores do que o esperado, que impulsionaram o dólar.

PSI encerra sessão em alta ligeira em contraste com generalidade dos mercados europeus

O banco liderado por Miguel Maya cessou o dia com ganhos de 1,23% para 0,1479 euros, seguido da NOS, com 1,21% para 3,83 euros. A Semapa terminou o dia a subir 1,90% para 13,98 euros.
Comentários