Dezembro é o mês com mais testes realizados em Portugal

Foram realizados mais de 227 mil testes realizados até dia 17, informou a ‘task force’ da testagem. Recorde em mês de festejos natalícios e após surgimento de nova variante.

Dezembro é o mês com mais testes realizados à covid-19 realizados em Portugal desde o início da pandemia, com mais de 227 mil testes realizados até dia 17, informou este domingo a ‘task force’ da testagem.

“Entre os dias 1 e 17 deste mês [de dezembro] foram realizados em Portugal 2.264.893 testes de diagnóstico, dos quais cerca de 760 mil são TAAN/PCR e mais de 1,5 milhões são testes rápidos de antigénio de uso profissional (TRAg)”, não estando contabilizados os autotestes, lê-se num comunicado enviado hoje à comunicação social pela task force’ da testagem.

Segundo a mesma fonte, o mês de dezembro é já o mês com “mais testes à covid-19 desde o início da pandemia, no seguimento de um novo máximo de testagem diária alcançado na sexta-feira passada, dia 17”.

O anterior máximo de testagem mensal tinha sido estabelecido em julho deste ano com 2.031.649 testes efetuados, valor que foi ultrapassado em “apenas 17 dias”, acrescenta o mesmo comunicado.

Desde o início do mês de dezembro que Portugal registou números diários de testagem superiores a 100 mil testes em 13 dos 17 dias já contabilizados, sendo o dia 17 de dezembro, aquele “em que até à data mais testes foram realizados: 227.284″.

O anterior máximo tinha sido alcançado a 10 de dezembro, com 197.718 testes efetuados.

Os testes rápidos de antigénio de uso profissional (TRAg), efetuados nos laboratórios e farmácias aderentes ao regime excecional de comparticipação estatal, voltaram a ser gratuitos a partir de 19 de novembro, uma medida que abrange toda a população, o que equivale a quatro testes gratuitos por mês a cada pessoa.

A reativação do regime excecional e temporário de comparticipação daqueles testes tem o objetivo de contribuir para a determinação e isolamento precoce de casos, prevenir e mitigar o impacto da infeção por Sars-coV-2 nos serviços de saúde e populações vulneráveis, explica a ‘task force” para a promoção de Plano de Operacionalização da Estratégia de Testagem para Sars-coV-2 em Portugal.

 

Recomendadas

Covid-19: Pandemia provocou mais 300 mil mortes na UE do que as oficiais, diz OCDE

“No final de outubro de 2022, mais de 1,1 milhões de mortes de covid-19 foram reportadas em todos os 27 países da UE, mas os dados sobre o excesso de mortalidade sugerem que se trata de uma subestimativa e que mais 300 mil pessoas morreram devido ao efeito direto ou indireto da pandemia”, refere o relatório da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) e da Comissão Europeia (CE).

Covid-19: Problemas de saúde mental aumentaram na Europa, sobretudo nos jovens

A Organização para Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) explica no relatório comparativo da situação de saúde na Europa que, enquanto em 2019 a percentagem de jovens entre 15 e 24 anos com sintomas de depressão era de 6%, contra 7% nos adultos, com o coronavírus os números aumentaram em todos os países para os quais existem dados.

Covid-19: Várias cidades da China relaxam medidas de prevenção epidémica

Várias cidades chinesas estão a abolir algumas medidas de prevenção contra a Covid-19, sinalizando o fim gradual da estratégia ‘zero casos’, que manteve o país isolado durante quase três anos e afetou a economia.
Comentários