DGRM vai promover venda de 743 quilos de alabote congelado que foi apreendido

Para participar da venda, cujo valor mínimo é de 2.125 euros, pressupõe-se a prévia aceitação das condições estipuladas e envio de proposta até ao dia 13 de maio de 2022.

A Direção-Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos (DGRM) vai promover uma venda antecipada de 743 quilos de peixe, especificamente alabote, apreendido num processo de inspeção a pescado congelado, “uma vez que este constitui um bem perecível”.

De acordo com um comunicado da DGRM, “para participar da venda, cujo valor mínimo é de 2.125 euros, pressupõe-se a prévia aceitação das condições estipuladas e envio de proposta até ao dia 13 de maio de 2022”.

“Os interessados deverão enviar uma proposta à DGRM, para o endereço dsmcpco@dgrm.mm.gov.pt, onde conste a identificação do lote a adquirir e valor oferecido, bem como, a identificação do proponente (nome, morada/sede, número de identificação fiscal, telefone e e-mail)”, adianta o referido comunicado.

A DGRM faculta, no seu ‘site’ oficial mais informação que pode ser consultada para obter a informação sobre os procedimentos que regem a negociação e as normas de conduta necessárias para o correto funcionamento na forma de apresentação de propostas por negociação particular.

Recomendadas

Governo aprova Plano Estratégico para a Pequena Pesca

O Conselho de Ministros aprovou hoje o Plano Estratégico para a Pequena Pesca 2022-2030, que tem por objetivo o reforço do sector através de ações que visem a sua competitividade e melhorem as condições de trabalho dos seus profissionais.

Confederações agrícolas unem-se contra extinção das direções regionais do sector

Em comunicado conjunto enviado esta quarta-feira às redações, AJAP, CAP, CNA e Confagri referem que o entendimento “unânime” é de que a decisão é “altamente lesiva” para o sector agrícola. No documento, apela-se a que o Governo volte atrás na decisão, de forma imediata e inequívoca.

Novo regulamento para a descarbonização do transporte marítimo já entrou em vigor

As alterações em causa, que visam a prevenção da poluição atmosférica por navios, dizem respeito ao Anexo VI da Convenção Internacional para a Prevenção da Poluição por Navio (MARPOL). Medidas entraram em vigor no dia 1 de novembro.
Comentários