Dia Mundial das Telecomunicações: consumidores já podem pedir nova Tarifa Social da internet

A Tarifa Social da Internet – TSI está disponível para famílias com baixos rendimentos ou necessidades sociais especiais e tem um custo de 5€ + IVA (cobrado até ao máximo de 21,45€) que pode ser pago em mensalidades (6, 12 ou 24 meses) ou integralmente. Neste tarifário os consumidores usufruem de 15GB por mês, a uma velocidade mínima de 12 Mbps, e não inclui televisão e telefone.

Esta medida, há muito reivindicada pela DECO, assegura aos consumidores o fornecimento de um conjunto mínimo de serviços, como o acesso ao correio eletrónico, motores de pesquisa, ferramentas de formação e educativas, leitura de notícias, compra de bens ou serviços online, acesso a ofertas de emprego, serviços bancários, ligação em rede a nível profissional, serviços públicos, redes sociais e mensagens instantâneas ou chamadas e videochamadas.

A Tarifa Social da Internet – TSI está disponível para famílias com baixos rendimentos ou necessidades sociais especiais e tem um custo de 5€ + IVA (cobrado até ao máximo de 21,45€) que pode ser pago em mensalidades (6, 12 ou 24 meses) ou integralmente. Neste tarifário os consumidores usufruem de 15GB por mês, a uma velocidade mínima de 12 Mbps, e não inclui televisão e telefone.

Para aderir a esta tarifa, o consumidor deve informar-se e estar atento ao seguinte:

  • Analisar as especificidades técnicas da TSI;
  • Verificar condições de acesso na página da ANACOM;
  • Fazer o pedido de adesão junto da entidade reguladora;
  • Acompanhar decisão da ANACOM e tratamento do operador;
  • Após a adesão, verificar ligação de tráfego do serviço.

Conte com o apoio da DECO MADEIRA através do número de telefone 968 800 489/291 146 520, do endereço eletrónico deco.madeira@deco.pt. Pode também marcar atendimento via Skype. Siga-nos nas redes sociais Facebook, Twitter, Instagram, Linkedin e Youtube!

Recomendadas

A partir de janeiro é necessário reservar e pagar taxa para entrar em Veneza

A partir de 16 de janeiro de 2023 será obrigatório reservar a entrada e pagar taxa na cidade italiana de Veneza, que se tornará a primeira do mundo a adotar este sistema para controlar o turismo de massas, anunciou hoje a Câmara Municipal.

Transportes rodoviários com mais descontos na Lezíria do Tejo a partir de hoje

Os passes municipais e intermunicipais passam a beneficiar de um desconto de 50%, bem como o passe inter-regional Lezíria do Tejo/Alentejo Central e o passe Inter-regional Lezíria do Tejo/Área Metropolitana de Lisboa.

“Aqueles que podem gastar são bem-vindos”. Butão reabre ao turismo em setembro

Os turistas terão de pagar uma “taxa de desenvolvimento sustentável” de 200 dólares por turista por noite para compensar o impacto carbónico dos visitantes, segundo as autoridades. Em comparação, nos últimos 30 anos a taxa ficava-se nos 65 dólares/noite.
Comentários