Dia vermelho nas praças europeias

Lisboa negoceia em linha com os mercados europeus, com os investidores na expetativa do referendo italiano.

A bolsa de Lisboa perde, a meio da sessão, 0,72% para os 4.404,35 pontos, com a maioria dos títulos a negociar no vermelho. A marcar a sessão está a confirmação de Paulo Macedo com novo CEO da CGD.

A Galp Energia perde 0,46%, a corrigir dos ganhos das últimas duas sessões.

A contribuir para o desempenho negativo do índice português, estão ainda as ações da Altri (-3,21%), BCP (-0,68%), CTT (-1,24%),  EDP (-0,30%), Jerónimo Martins (-0,96%), Mota-Engil (-2,11%), NOS (-1,86%), Semapa (-0,86%), REN (-0,69%), Sonae (-1,41%) e Navigator (-1,68%).

A negociar com ganhos estão os títulos da Pharol (1,20%), REN (0,08%) e Sonae Capital (0,14%).

Na Europa, será um dia marcado pela volatilidade nos diversos mercados accionista, obrigacionista e cambial, com os investidores a posicionarem-se para a realização do referendo em Itália no domingo. As últimas sondagens davam uma vantagem entre os 4% e os 6% para o ‘Não’, embora a taxa de indecisos fosse elevada (cerca de 25%). Para já, os índices negoceiam com perdas: O Dax cai 0,73%, o índice francês CAC recua 1,18%, a praça holandesa AEX desvaloriza 1,29%, e o Footsie de Londres perde 0,70%.

O petróleo Brent perde 0,52% para os 53,66 dólares, depois das fortes subidas das duas últimas duas sessões, após a OPEP ter acordado uma redução na produção de petróleo de 1,2 milhões de barris.

No mercado forex o euro perde 0,05% para 1,0654 dólares. A Libra avança 0,36% para 1,2637 dólares.

A ‘yield’ da dívida portuguesa a dez anos, negoceia a descer 4,0 pontos base para 3,709%.

Os futuros dos índices norte-americanos perdem cerca de 0,05%. A sessão em Wall Street estará condicionada pelos dados do emprego.

Recomendadas

Wall Street termina dia com Nasdaq a perder mais de 1,90%

Assim, ao final do dia em Wall Street, o Dow Jones perde 1,40% para 33.947,10 pontos, o S&P 500 cede 1,79% para 3.998,70 pontos e o tecnológico Nasdaq cai 1,93% para 11.239,94 pontos. 

Euro recua após ter negociado perto de 1,06 dólares

O euro aproximou-se hoje de 1,06 dólares, mas baixou após a divulgação de dados da economia norte-americana melhores do que o esperado, que impulsionaram o dólar.

PSI encerra sessão em alta ligeira em contraste com generalidade dos mercados europeus

O banco liderado por Miguel Maya cessou o dia com ganhos de 1,23% para 0,1479 euros, seguido da NOS, com 1,21% para 3,83 euros. A Semapa terminou o dia a subir 1,90% para 13,98 euros.
Comentários