De malas feitas? Saiba como escolher o melhor seguro de viagem para si

Contratar um seguro pelos millennials obriga a considerar aspectos ligados ao ambiente e às novas formas de mobilidade.

Quais as melhores dicas e quais os melhores seguros de viagem. Nem sempre foi fácil contratar mas a digitalização mudou tudo.

Como contratar o seguro ideal para a viagem sozinho, com a família ou com os amigos. Os sites de seguradores são o início mas depois é preciso perceber e descomplicar. Prefira algo simples e global em que possa contratualizar através da App, fazê-lo quando está a iniciar a viagem e poder somar todos os elementos do agregado que vão de viagem. E de preferência fazê-lo com tudo incluído, mesmo quando parte para destinos exóticos ou para desportos radicais. O custo diário deste tipo de seguro dificilmente será um óbice.

Nas dicas de segurança para as viagens da Globalis, uma empresa especializada em viagens corporativas, estão conselhos como ter sempre à mão os contactos de emergência, ou manter os items mais valiosos no hotel, mas está também a indicação de que deve acionar o seguro de viagem.

E o que é que este deve comportar? Desde logo as despesas médicas para acidentes ou doenças súbitas, a par do envio de medicamentos para o estrangeiro. Ou ainda deve ter-se em conta os danos em bagagem, sendo que há bens que não estão geralmente cobertos como joias, dinheiro ou telemóveis. Mas aqui há que seguir as dicas mais comuns:

Se vai de férias evite bens desnecessários e potenciadores de furto. Nas coberturas tem de ter a morte ou invalidez permanente por acidente, ainda o repatriamento; e não menos relevante está a responsabilidade civil, algo necessário em países onde tipicamente há litígios fáceis por danos provocados involuntariamente sobre terceiros.

Mas há outras coberturas necessárias como seja o cancelamento de viagem por facto de natureza maior como seja uma doença grave ou o falecimento de um familiar. Aqui, o que se pretende é o ressarcimento de todas as despesas feitas ou contratadas, como sejam bilhetes de avião, hotéis, refeições ou mesmo viagens internas. É ainda relevante indicar o que se vai fazer nas férias quando tal significa um risco maior. É o caso de desportos radicais como neve ou alpinismo. Há ainda alguns países que para além do visto de turista é exigido um seguro de acidentes de viagem, mas esse é o tema que o profissional da agência abordará com antecedência.

Recomendadas

Evite o desperdício neste Natal. Conheça algumas dicas para um Natal mais sustentável e económico

Quanto aos embrulhos, os enfeites dos presentes, sugerimos que não rasgue o papel de embrulho e experimente estimá-lo e guardá-lo. Já pensou em optar por papel de jornais ou revistas para os embrulhos? Original e divertido.

Europ Assistance e Club Tek lançam seguro contra danos e roubo de telemóveis, tablets e computadores

A seguradora garante a reparação do equipamento em caso de danos acidentais (elétricos, danos por água, quebra de teclas, danos no ecrã). Se a reparação não for possível, o cliente tem direito à substituição do equipamento por outro novo com as mesmas características.

Sabia que as dívidas também prescrevem? Saiba mais sobre estes prazos

Relembramos que existem exceções na lei que podem alterar algum destes prazos. Por isso, o melhor será sempre o consumidor contactar primeiramente entidades que o possam ajudar e não deixar arrastar a situação. 
Comentários