PremiumDielmar liquidada este mês com novo processo de venda na mira

Sindicato dos trabalhadores do setor espera reabertura da empresa e recontratação de parte dos 242 trabalhadores no desemprego após novo processo de venda por proposta em carta fechada ou leilão.

A liquidação da empresa de confeções Dielmar, com sede em Alcains (Castelo Branco), deverá ser finalizada até ao fim deste mês, tendo na mira, pelo menos, dois novos interessados na têxtil, que deverão ser obrigados a apresentar propostas formais para compra da marca e ativos industriais com vista à criação de uma nova unidade industrial no local, revelou ao Jornal Económico fonte próxima ao processo.

O relançamento da venda deverá levar à recontratação de grande parte dos trabalhadores que foram para o fundo de desemprego após o encerramento definitivo da empresa, decidido pelo Tribunal, que deu mais tempo a interessados com o ressurgimento de duas novas propostas da Valérius e da Outfit 21, comunicadas aos autos pelo gestor judicial.

As opções passam agora pela apresentação formal de novas propostas em carta fechada com entrega de caução ou por um leilão, avançou ao Jornal Económico Marisa Tavares, presidente do Sindicato dos Trabalhadores do Sector Têxtil da Beira Baixa (STBB).

“Seguramente antes do final do ano, estará fechado o processo de liquidação. Os trabalhadores entraram no desemprego e é importante uma definição para retomarem o posto de trabalho na perspetiva da empresa ser reaberta e haver uma recontratação desses trabalhadores. Espero que dentro de dias seja definida a opção a seguir: apresentação de propostas em carta fechada com caução ou leilão”, avançou Marisa Tavares do STBB.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Recomendadas

BNA levanta suspensão da participação no mercado cambial imposta ao Finibanco Angola

O Finibanco Angola tinha sido suspenso de participar no mercado cambial, por um período de 45 dias, pelo Banco Nacional de Angola (BNA), depois de o supervisor bancário angolano detectar incumprimentos durante uma inspecção pontual, em meados de agosto.

“Café com o CEO”. Assista à conversa com o Dr. Luís Teles, em direto a partir de Luanda

“Café com o CEO” é uma iniciativa promovida pela empresa angolana E.J.M, fundada por Edivaldo Machado em 2012, que procura dar a conhecer os líderes que estão a dar cartas em Angola e outros países da Lusofonia. Assista à sessão em direto de Luanda, capital angolana.

Rogério Carapuça: “Há que estar entre os primeiros, não ser o primeiro dos últimos”

O presidente da APDC considera que o desenvolvimento do sector das TIC se dá a um ritmo saudável apesar dos obstáculos concretos que ainda impedem o país de estar entre os melhores classificados. A capacitação e qualificação das pessoas e das empresas são desafios no topo da agenda, mas a simplificação é palavra de ordem para abandonar o paradigma da burocracia que assombra os serviços públicos, alerta Rogério Carapuça.
Comentários