PremiumDielmar relança venda com valor mínimo de 384 mil euros

Têxtil de Alcains, que deixou 243 trabalhadores no desemprego, vai relançar o processo de venda través de negociação particular.

A perspetiva é a reabertura da empresa e recontratação de grande parte dos 243 trabalhadores no desemprego após o Tribunal ter mandado proceder à liquidação da massa insolvente “com a maior brevidade possível” e relançar o processo de venda.

As novas propostas para compra da marca e ativos industriais com vista à criação de uma nova unidade industrial no local deverão ser entregues em carta fechada até 21 de dezembro e acompanhadas de uma caução correspondente a 20% do preço de aquisição proposto. O valor mínimo de venda foi fixado em 384 mil euros, acima das últimas ofertas das empresas Valérius e Outfit21.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Recomendadas

EDP Renováveis vende Companhia Paranaense de Energia por 350 milhões de euros

A venda foi feita por um Enterprise Value (inclui dívida) estimado de 1,80 mil milhões de reais a 31 de dezembro de 2021 (o que equivale a 0,35 mil milhões de euros à taxa cambial de 5,16 euros/um real), e que será ajustado à data de conclusão.

Sindicatos desconvocam greve no Metro de Lisboa marcada para quarta-feira

No entanto, a Federação dos Sindicatos de Transportes e Comunicações entregou um novo pré-aviso de paralisação para 25 de outubro.

Talent Protocol compra empresa canadiana ligada à blockchain

A escolha recaiu sobre a Agora Labs, fundada por um grupo de quatro adolescentes. Matthew Espinoza (agora com 20 anos) e Freeman Zhang (de 19 anos) juntam-se à equipa da startup portuguesa dos ‘tokens’ para profissionais talentosos.
Comentários