Direção de Rio eleita com 67,6% dos votos, melhor resultado do que em 2020

A Comissão Política Nacional do presidente do PSD, Rui Rio, foi hoje eleita com 67,6% dos votos, uma subida em relação ao último congresso, disseram à Lusa fontes sociais-democratas.

José Coelho/Lusa

No 39.º Congresso do PSD, que termina hoje em Santa Maria da Feira, distrito de Aveiro, a lista única de Rui Rio foi eleita com 563 votos favoráveis. Registaram-se 833 votantes, anunciou o presidente da Mesa do Congresso, Paulo Mota Pinto

Há dois anos, no congresso de Viana do Castelo, a direção de Rio foi eleita com 62,4% dos votos, naquela que foi então a votação mais baixa desde 2007, quando Luís Filipe Menezes obteve 61,8%.

O PSD mudou os estatutos e adotou as eleições diretas em 2006, deixando de escolher o líder em congresso. Na reunião magna continuam a ser eleitos os órgãos nacionais como a Comissão Política Nacional.

O antigo presidente da Câmara de Cantanhede João Pais de Moura e a bastonária da Ordem dos Farmacêuticos Ana Paula Martins são os dois novos vice-presidentes da direção do PSD.

Mantêm-se na Comissão Política Nacional os ‘vices’ André Coelho Lima, Isaura Morais, David Justino e Salvador Malheiro, saindo Nuno Morais Sarmento e Isabel Meirelles.

José Silvano também continua como secretário-geral.

Recomendadas

“Trocas de favores”, nepotismo e benefícios na política incomodam mais do que corrupção propriamente dita, revela estudo

O estudo da FFMS conclui que “uma parte significativa dos cidadãos parece aderir à máxima “rouba, mas faz”. Quanto às medidas autorregulatórias implementadas em Portugal, os avanços têm sido provocados por pressão exógena, isto é, em resposta a escândalos ou a advertências de organizações internacionais.

Remodelação no Governo. “É uma salada russa. É tapar buracos”, refere Marques Mendes

No seu habitual espaço de análise o comentador considera que o Executivo só pode queixar-se de si próprio sobre as demissões e polémicas que aconteceram nos oito meses de liderança com maioria absoluta. “Não pode culpar a oposição”, afirmou.

Iniciativa Liberal. Rui Rocha apresenta lista com “representação territorial alargada”

O candidato à liderança da Iniciativa Liberal Rui Rocha apresenta uma lista à comissão executiva com “representação territorial alargada” e novos pelouros, entre os quais os dedicados à política europeia e regional com vista à preparação das próximas eleições.
Comentários